Reportar
erro
O Elo Mais Fraco

Há 20 anos, Faustão foi reprovado pela Globo para apresentar novo game de Silvio Santos

Programa seria um quadro do Domingão do Faustão ou até programa solo na Globo, mas projeto melou


Faustão assustado e Silvio Santos com dinheiro na mão sorrindo em montagem
Faustão daria um upgrade no Domingão, mas projeto não foi adiante; agora Silvio Santos apresentará o game - Foto: Divulgação/Montagem/TV Globo/SBT
Por Thiago Forato

Publicado em 30/04/2022 às 09:42:00

Nova aposta de Silvio Santos para sabe-se lá quando, o game-show O Elo Mais Fraco já esteve praticamente certo para estrear na Globo em 2002, e por pouco Faustão não comandou a atração. A versão do estadunidense The Weakest Link era comercializado pela britânica BBC e seria um quadro do Domingão do Faustão (1989-2021), conforme noticiou a Folha de S. Paulo em julho de 2002.

Fausto Silva gravou pilotos e a exibição do game também foi cogitado para às quintas-feiras à noite, faixa que também lhe foi oferecida antes de se transferir para a Band, mas seu desempenho não foi aprovado por Marluce Dias da Silva, então diretora-geral da Globo.

Com a reprovação, Pedro Bial foi escalado para comandar a gincana. Sua estreia foi dada como certa, mas não foi adiante porque a BBC não permitia alterações no formato. O entrevero da Globo com os britânicos acabou melando de vez o projeto que entraria nas noites de domingo, depois do Fantástico. Seu principal concorrente seria o reality Ilha da Sedução, que teve uma única temporada no SBT sob o comando de Babi Xavier.

O Elo Mais Fraco já teve versão "pirata" no SBT

Há 20 anos, Faustão foi reprovado pela Globo para apresentar novo game de Silvio SantosSete e Meio teve avant-première em dezembro de 2002 e fez parte da programação entre 2003 e 2004 - Foto: Divulgação/SBT

A notícia de que Silvio Santos apresentaria O Elo Mais Fraco foi publicada em primeira mão pelo site TV Pop. Dias depois, o repórter Roger Turchetti entrevistou o Homem do Baú para seu canal no YouTube e o questionou acerca do programa. Ele desconversou e despistou, dizendo que sua aquisição ainda não estava certa. Mas ele já apresentou atrações parecidas.

Entre 2002 e 2004, Silvio comandou o programa Sete e Meio, que prometia ser um sucesso parecido com o Show do Milhão (1999-2004; 2009; 2021) e a Casa dos Artistas (2001-2002). Ambos consistem em colocar participantes para responder conhecimentos gerais. A cada acerto, o valor do prêmio aumenta.

Na versão do SBT, o valor acumulado podia ser dividido entre os dois grupos de participantes, apenas um ou todo o montante voltar para a maleta dependendo de que cartas eles colocariam (sete ou meio, branco ou espadas). Já no original existe uma disputa de cinco perguntas, de modo alternado, dando o prêmio para quem mais tiver acumulado acertos. Caso dê empate, é feito uma rodada chamada de "morte súbita".

No ano de 2006, Silvio Santos comandou um programa praticamente idêntico, intitulado de Quem Manda é o Chefe, mas ele foi engavetado e exibido apenas em 2008 nas sextas-feiras à noite, na primeira linha de shows, às 20h15.

Não é a primeira vez que o Homem do Baú apresenta um programa "pirata" e depois compra os direitos do original. Isso já ocorreu, por exemplo, com o Qual é a Música?, Family Feud (antes Jogo das Famílias) e Topa ou Não Topa (antes Eu Compro seu Televisor).

Confira o trailer da versão britânica, que voltou em dezembro e teve sua 14ª temporada encerrada em fevereiro após 10 anos fora do ar:

Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
Mais Notícias