Reportar
erro
Memórias da Telinha

Há 10 anos, Datena virou o Silvio Santos da Band com programa “xerox” da Record

Datena respirava ares mais tranquilos com game-show


Datena mostrando as mãos e sorrindo no cenário do Quem Fica em Pé?
Datena apresentou o game-show Quem Fica em Pé? entre 2012 e 2013 - Foto: Divulgação/TV Bandeirantes
Por Thiago Forato

Publicado em 09/04/2022 às 09:39:00,
atualizado em 09/04/2022 às 16:48:03

Em 9 de abril de 2012, José Luiz Datena estreava à frente do game-show Quem Fica em Pé?, game-show similar ao que a Record apresentou anos antes com o Roleta Russa (2002-2003). Mostrando um lado diferente daquele do Brasil Urgente, Datena fazia graça e elevava a audiência da Band no prime-time, ao menos nas primeiras semanas.

Datena já havia tido uma experiência como apresentador de game-show na TV. Em 2002, comandou o No Vermelho, na Record, que ajudava pessoas endividadas. Na Band, ofertava o prêmio máximo de R$ 100 mil diariamente. Na atração, um concorrente desafiava 10 desafiantes e quem era eliminado, caía direto em um buraco para fora da competição.

O vencedor, no entanto, precisava correr contra o tempo, respondendo desafios de conhecimentos gerais e bater todos os outros oponentes. Apesar do tom até eletrizante, Datena não gostou da ideia a princípio. "Achei até meio idiota quando me apresentaram", admitiu numa entrevista concedida à Folha de S. Paulo em junho de 2012.

A princípio, o apresentador do game seria Milton Neves, como o próprio relatou em entrevista ao NaTelinha em agosto último, quando completou 70 anos de idade. "O Hélio Vargas que era o nosso diretor artístico nessa época, falou pra mim: 'Olha, vamos ter o Roleta Russa aqui, mas não precisamos gastar tempo com piloto'. 'Mas por quê?'. 'Você já fez o Roleta Russa, se você fizer 30% do que fez na Record, vamos arrebentar'. Beleza, fiquei esperando", recordou.

"Aí veio o argentino Diego Guebel, ele entrou e botou o Datena. E me escanteou. Isso foi decisão da alta cúpula da Bandeirantes", emendou Milton.

"Fiquei parecido com o Silvio Santos", reconheceu Datena

Há 10 anos, Datena virou o Silvio Santos da Band com programa “xerox” da Record

Nos primeiros programas, Datena, afirmou à Folha, ainda que se achou parecido com o dono do SBT. "Aos poucos, fui me diversificando. Agora estou mais para Faustão", brincou.

Com o sucesso de audiência, entre 4 e 6 pontos na Grande São Paulo, o game-show saltou de três para cinco dias de exibição logo no início, passando a ser transmitido aos domingos, segundas, terças, quintas e sábados. A temporada se estendeu até 27 de dezembro, já desgastado com o excesso de exibições e sem os mesmos números empolgantes do início.

A segunda e última temporada do programa estreou somente em setembro de 2013, e ao contrário do ano anterior, ficou acertado que seria exibido semanalmente, após o Terceiro Tempo. Em uma guerra ferrenha no Ibope, acabou não tendo público e foi remanejado para às quintas, mas novamente não teve êxito e terminou três meses depois.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias