Reportar
erro
Mais uma baixa

Carla Vilhena deixa CNN Brasil após ter aumento de salário negado

Jornalista comunicou no Twitter que deixa o canal e não irá para a RedeTV!: "Nem agora, nem nunca"


Carla Vilhena pede demissão da CNN -
Carla Vilhena pede demissão da CNN - Reprodução/Instagram
Por Fabrício Falcheti, com Sandro Nascimento

Publicado em 14/03/2022 às 15:08:48,
atualizado em 14/03/2022 às 16:26:58

Carla Vilhena avisou aos seus seguidores do Twitter que pediu demissão e não faz mais parte da CNN Brasil. A jornalista tinha sido contratada em outubro de 2020. Segundo apurou o NaTelinha, o motivo foi financeiro. "Acabo de pedir demissão da CNN. E não estou indo pra Rede TV. Nem agora, nem nunca", escreveu ela, já antecipando ainda que não vai para o canal aberto, que chegou a se interessar por ela ainda de sua ida para a CNN.

Carla era contratada pelo regime de CLT e era uma das apresentadores que menos ganhava na casa. Na semana passada, após várias tentativas, ela conseguiu uma reunião com a direção e pediu um aumento, mas não foi atendida.

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da CNN falou sobre o desligamento e desejou sucesso para Vilhena em seus próximos desafios.

"A CNN Brasil comunica que a jornalista Carla Vilhena, apresentadora do telejornal Visão, desligou-se da empresa nesta segunda-feira (14/3). A CNN agradece à profissional pelo empenho e talento dedicados ao canal e deseja todo sucesso em seus próximos desafios profissionais."

Carla Vilhena estava confirmada na nova grade do canal, que começa no dia 04 de abril, com o seu Visão CNN das 14h às 16h.

Carla Vilhena foi contratada em investida da CNN Brasil

Carla Vilhena havia sido contratada pela CNN Brasil em outubro de 2020, mesma época em que o canal tirou Márcio Gomes e Glória Vanique da Globo.

Carla fez história na rede carioca, onde trabalhou durante 24 anos somando duas passagens, e apresentou atrações como Jornal Nacional, Fantástico, Jornal Hoje, Bom Dia Brasil e Jornal da Globo. Ela pediu demissão da rede carioca em janeiro de 2018 para se dedicar à carreira na internet e a projetos de media-training, com foco no mercado de trabalho feminino.

A jornalista entrou no grupo em 1984, com apenas 16 anos, para editar imagens de reportagens sobre a Olimpíada de Los Angeles. Começou a faculdade de Jornalismo no mesmo período e, dois anos depois, já estava no vídeo. Trabalhou na TV Educativa, na Rede Manchete e na Band. Em 1997, foi convidada para voltar à Globo como repórter, mas logo foi promovida a apresentadora.

Na CNN, foi apresentadora do Visão CNN, que seguirá na grade mas agora com uma nova apresentadora.

Internauta diz que Carla Vilhena apresentou jornal gravado e é rebatido pela jornalista

Em fevereiro, a jornalista rebateu seguidores no Twitter após ver comentários de que seu programa jornalístico iria ao ar gravado no canal pago. O estranhamento aconteceu porque, durante a tarde, o  céu na região da Avenida Paulista - onde fica o estúdio do programa - ficou escuro. 

Um telespectador viu o momento e registrou na rede social. A imagem mostra dois quadros em tela: um com Carla, em São Paulo, com fundo escuro; e outro com o comentarista Leandro Rezende, no Rio de Janeiro, com o céu claro. O homem estranhou. “E a @carlavilhenaa q ta fazendo um jornal gravado falando q é dia. Foi gravado essa madrugada. Pode comprovar pela imagem”, disse. 

A apresentadora respondeu: “E eu ia adivinhar as notícias como, se fosse gravado?”. Um outro seguidor brincou, sugerindo que seria um “falso ao vivo”. Carla também rebateu: “‘Gravado ao vivo’?”. Outro internauta questionou para que a jornalista estava respondendo os tweets. “Ué, ele pode ter pensado isso mesmo…”, disse. Por fim, um rapaz brincou: "Temos um Xeroque aqui". Ela devolveu: "Xeroque Holmes". 

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias