Reportar erro
Debate

Netflix insere série com beijo lésbico em perfil infantil

Série Clube do Mergulho tem um beijo entre duas mulheres e levantou protestos e debate

Cena de Clube do Mergulho com duas personagens se beijando
Em Clube do Mergulho, duas mulheres se beijaram - Foto: Reprodução/Netflix
Daniel César

Publicado em 09/11/2021 às 06:30:26

Um desavisado que deixar o filho assistindo à aba Infantil da Netflix pode se surpreender com uma cena da série Clube do Mergulho. Isso porque, num dos episódios da produção, um beijo entre duas mulheres é exibido sem nenhum tipo de aviso prévio de que isso poderia ocorrer. A ocorrência fez com que muitos pais reclamassem do caso, inclusive em sites especializados, contra a plataforma de streaming. Trata-se de um problema? Não para o Ministério da Justiça e muito menos para uma psicóloga ouvida pelo NaTelinha.

O caso acontece no sétimo episódio da primeira temporada, quando duas moças se beijam carinhosamente na boca. Por se tratar de uma produção voltada para o público infantil, houve quem reclamasse. No site Reclame Aqui teve até o registro de uma ocorrência. "Na série clube do Mergulho, está com classificação de 10 anos, mas no 7 episódio da 1 temporada, tem uma cenas de beijo entre duas garotas, minhas filhas ficaram surpresas, e eu indignado", escreveu um usuário identificado como Rodrigo.

A Netflix fez questão de responder à denúncia dentro da página. Olá, "Nós tentamos falar com você hoje, 10/09/2021, porém não conseguimos contato. Não precisa se preocupar que nós vamos te ajudar, só precisamos que você confirme se o telefone cadastrado no site está correto e nos informe o melhor horário para retornarmos o contato, ok?", diz trecho da resposta.

O NaTelinha conversou com outros pais sobre o assunto e ambos se mostraram surpresos. "Eu não sabia que poderia haver um beijo homoafetivo numa produção infantil da Netflix. Minha filha fica assistindo sozinha, sem o acompanhamento de adulto porque considero que a aba é apenas para desenhos e produções didáticas", afirmou Márcia Souza, que é mãe de uma menina de 7 anos. "Eu não tinha ideia disso, mas não é algo que me incomodo porque trato do tema com naturalidade", comentou o médico Edgar Vieira, que tem um filhinho de 3 e vive em um relacionamento homoafetivo.

Beijo lésbico pode na Netflix?

Netflix insere série com beijo lésbico em perfil infantil

A grande questão é se a Netflix pode exibir um beijo lésbico em plena aba infantil. Segundo a psicóloga Taís Ramos, a resposta é óbvia: sim. "Eu fui ver a cena depois que vocês entraram em contato comigo e ela não fere em nada para a criança. É como se dois personagens de desenho animado se beijassem. A título de exemplo, ninguém deixará de ver Mickey porque ele beija a Minnie", comentou.

Para a psicóloga a questão é muito mais preconceito que propriamente tentar proteger as crianças. "Há inúmeros exemplos de desenhos e de séries infantis com casais héteros e nunca houve reclamação por parte dos pais. Na própria aba infantil da Netflix é possível encontrar casos assim. Pais não se incomodam que os filhos vejam beijo hétero, mas discutem quando o caso é homoafetivo", diz a psicóloga. "A criança não deve ser exposta à sexualização, seja de casais héteros ou homos. No caso de carinho e beijo o tema deve ser naturalizado e a Netflix fez muito bem", elogia Taís.

O que diz o Ministério da Justiça

Netflix insere série com beijo lésbico em perfil infantil

Para o Ministério da Justiça, a linha de raciocínio é exatamente a mesma. Questionada sobre beijo gay interferir na Classificação Indicativa, ainda em 2014, a pasta disse o seguinte. "É indiferente se o beijo é entre pessoas do mesmo sexo ou não. Conteúdos mais erotizados ; nudez velada, insinuação sexual e carícias sexuais, como preliminares ao ato sexual" podem receber o selo de "não recomendado para menores de 12 anos. Nesse caso, também não faz diferença para a Classificação Indicativa se as cenas são protagonizadas por pessoas do mesmo sexo", salientou.

A série da Netflix traz Classificação Indicativa voltada para a faixa de 10 anos e, neste caso, o Ministério da Justiça tem a seguinte determinação. "Admite-se a presença de armas com violência, mas atos criminosos devem ser retratados sem essa característica. Linguagem depreciativa e expressão de emoções como medo e tensão são permitidos. Sexo, só em abordagens educativas, assim como o uso de drogas, que deve ser mostrado em discussões sobre o tema ou na descrição verbal de seu uso. O uso medicinal de drogas ilícitas também é tema liberado nesta faixa".

Vale lembrar que, por decisão do STF, a Classificação Indicativa não tem mais vinculação com horário, ou seja, qualquer programa pode ser exibido a qualquer horário. Isso, no entanto, seria indiferente para a Netflix, já que trata-se de um catálogo, mesmo assim a produção consta na aba Infantil, ou seja, liberada para as crianças.

Clube do Mergulho

Netflix insere série com beijo lésbico em perfil infantil

Na própria plataforma de streaming, a série Clube do Mergulho é definida com a seguinte sinopse. "Às margens de Cape Mercy, um grupo de jovens mergulhadoras investiga uma série de segredos depois que uma delas desaparece misteriosamente". É uma produção da Austrália e, como gênero está classificada como Infantil e voltada para toda a família.

A primeira temporada conta com 10 episódios com duração aproximada de 30 minutos e a cena em questão aparece no sétimo. A produção tem em seu elenco nomes como Aubri Ibrag, Sana'a Shaik e Miah Madden.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias