Reportar erro
Desabafo

Neto critica Bolsonaro e elogia governador de SP: "Estamos bem, graças ao Dória"

Apresentador se mostrou incomodado com o comportamento do presidente

Neto elogiou João Dória e criticou Bolsonaro
Neto falou sobre João Dória - Foto: Reprodução/Band
Redação NT

Publicado em 18/06/2021 às 15:17:00,
atualizado em 18/06/2021 às 15:23:47

Neto criticou o presidente Jair Bolsonaro e elogiou o governador de São Paulo, João Dória, pelo trabalho durante a pandemia. Durante Os Donos da Bola desta sexta-feira (18), o apresentador contou que familiares foram contaminados pela doença e que o governante brasileiro estava realizando pronunciamentos equivocados.

"Estamos bem, graças a Deus e ao Dória, né? Eu tomei vacina da Pfizer que, aliás, tinha 70 e-mails da Pfizer e ninguém viu os e-mails. A gente poderia tá assistindo jogos do futebol, a gente poderia tá vendo, basquete, no teatro e um monte de lugares. Mas eles não viram o e-mail", disparou.

Neto repercutiu a confusão envolvendo Lucas Lima e a torcida do Palmeiras. O jogador foi flagrado por torcedores em um evento clandestino e todos estavam sem máscara no vídeo que passou a circular nas redes sociais. O comunicador criticou por ninguém estar seguindo os protocolos contra a doença e cutucou os eleitores de Bolsonaro.

“Vai vir os bolsonaristas falar pra mim: ‘E você que tá fazendo o programa [sem máscara]’. Sabe o que vocês fazem? Desliguem, não precisa me assistir. E também não tomem  a vacina, já que o presidente acha que tá imunizado e não precisa ser vacinado, porque ele é ‘médico’, né? Ele é capitão, né? Ficou 28 anos no Rio de Janeiro e não sei o que ele fez lá. Por sinal, três governadores estão presos”, detonou.

“Aí falar que já tá imune porque pegou a Covid-19? Meu irmão morreu de câncer, mas pegou Covid. A mulher do meu pai tomou as duas doses da vacina, pegou Covid e morreu de infarto. Meu pai tomou a vacina e ficou 10 dias internado. Então nem com as duas doses estamos totalmente imunes. Nenhuma vacina é 100%”, acrescentou.

Por fim, ele informou que qualquer um pode ser contaminado e é preciso seguir se cuidando. “Vem o presidente da república e diz assim pra nós, para os nossos filhos, para os nossos avós, para os nossos país o seguinte: ‘Eu já fui imune, porque já fui contaminado’. Não é verdade. É mentira. Vocês acreditem em quem vocês quiserem”, concluiu.

Neto e o drama familiar

Neto critica Bolsonaro e elogia governador de SP: \"Estamos bem, graças ao Dória\"

O apresentador Neto voltou ao comando de Os Donos da Bola na quinta (17) após ficar afastado por dois dias. Nos últimos dias, a madrasta e um irmão do comunicador morreram e ele foi substituído por Fernando Fernandes no programa da Band.

“Quero deixar bem claro pra vocês que meu irmão morreu. Todo mundo sabe disso. E eu faço esse programa pra ele, porque é o que sempre quis e sempre assistiu. Aqui não tem conversa. Um beijo carinhoso para as pessoas que foram solidárias comigo e com a minha família, que é muito forte”, afirmou Neto logo no início da atração.

“Obrigado a Band e a você, Velloso. Meu irmão sempre amou e sempre quis estar comigo em todos os eventos e tudo que fiz na Band. Então o programa é pra ele. Tô trucidado por dentro, mas pra falar de futebol, que é aquilo que eu amo, tem que trabalhar. Não dá pra ficar em casa, tem que trabalhar”, acrescentou.



Mais Notícias