Reportar erro
Exclusivo

Avenida Brasil é a melhor novela das 21h da década, aponta pesquisa inédita

Consulta foi encomendada pelo NaTelinha ao Instituto ORBIS

Adriana Esteve e Débora Falabella durante as gravações de Avenida Brasil
Adriana Esteves fez sucesso com Carminha - Foto: Reprodução/Globo
Naian Lucas

Publicado em 16/04/2021 às 06:00:00

Avenida Brasil (2012) foi eleita pelo público como a melhor novela das 21h da década passada. Este é o resultado de uma pesquisa inédita encomendada pelo NaTelinha ao Instituto ORBIS, realizada entre os dias 11 e 13 março. O folhetim de João Emanuel Carneiro foi apontado por 44,5% das entrevistas contra 20,2% de Império (2014-2015), que ficou na segunda posição.

Foram entrevistadas 1041 pessoas em todo estado de São Paulo, principal praça para o mercado publicitário do país. A margem de erro da pesquisa é de 2,4% com 95% de confiabilidade. Para a amostragem foi dividida de forma proporcional as regiões do estado segundo ultimo Censo IBGE e foram consultados homens e mulheres de todas as idades.

As entrevistas foram realizadas por telefone, via URA ativa, e coletadas de forma automática com nomes pré-definidos tendo como opção, além de Avenida Brasil e Império, estavam A Dona do Pedaço (2019), que atingiu 15,2%, A Força do Querer (2017), com 13,0%, e Amor à Vida (2013-2014), foi lembrada por 7,1%.

Avenida Brasil é a melhor novela da década

Avenida Brasil é a melhor novela das 21h da década, aponta pesquisa inédita

Avenida Brasil é a melhor novela das 21h da década, aponta pesquisa inédita

Lançada em 2012, Avenida Brasil foi a última novela que foi unânime entre o público e crítica. A história de amor da jovem viúva Carminha (Adriana Esteves) e do craque de futebol Tufão (Murilo Benício) parecia digna dos contos de fadas. Mas o subúrbio do Rio esconde, por trás desse aparente mundo de felicidade, uma trama de mentiras, maldades e traições. Tudo vem à tona com a chegada de Nina (Débora Falabella), nova identidade de Rita (Mel Maia), a pequena orfã que muitos anos antes Carminha abandonou à própria sorte em um lixão com a ajuda de Max (Marcello Novaes), seu cúmplice e amante.

A sede de vingança de Nina esbarra em seu amor por Jorginho (Cauã Reymond), filho de Carminha e Tufão, jogador do Divino Futebol Clube. Apesar de um conturbado relacionamento com a mãe, ele encontra abrigo no amor e nas divertidas confusões do resto da família: o avô, Leleco (Marcos Caruso), a avó, Muricy (Eliane Giardini); a tia, Ivana, (Letícia Isnard); e a irmã, Ágata (Ana Karolina Lannes). Personagens que formaram um mosaico da vida do subúrbio carioca, lançaram tendências, conquistaram corações e garantiram, para sempre, um lugar na história da TV brasileira.

Na pesquisa encomendada pelo NaTelinha, Avenida Brasil lidera entre todos os cenários. A Dona do Pedaço ficou em segundo lugar nas entrevistas de pessoas com renda de até R$ 1.045,00. Entre os mais ricos – renda acima de R$ 15 mil – a segunda posição é de Império, que voltou ao ar,  por conta da paralisação das filmagens devido a pandemia, no horário da Globo desde a última segunda-feira (12).

Avenida Brasil e seu fenômeno

Avenida Brasil é a melhor novela das 21h da década, aponta pesquisa inédita

Avenida Brasil é a melhor novela das 21h da década, aponta pesquisa inédita

Escrita por João Emanuel Carneiro, com direção de núcleo de Ricardo Waddington e direção-geral de Amora Mautner e José Luiz Villamarin, Avenida Brasil foi um sucesso muito além das fronteiras brasileiras, sendo vendida para mais de 150 países. A novela também foi indicada ao prêmio Emmy Internacional de Melhor Novela em 2013.

A produção foi a segunda novela mais vista na década na faixa das 21h, com média geral de 38,7 pontos, e a terceira mais acompanhada no Vale a Pena Ver de Novo, obtendo média geral de 18,8 pontos.

“Na época, foi muito gratificante ver toda aquela repercussão. Agora, me sinto igualmente feliz e realizado de ver que meu desafio de fazer uma novela diferente, em que a mocinha também era vilã, e o esforço, porque foi uma novela muito trabalhosa, novamente agradou e divertiu o público”, declarou João Emanuel Carneiro em entrevista ao portal de entretenimento do Grupo Globo.

Pesquisa

As entrevistas têm a intenção de capturar tendências e opiniões dos paulistas quanto a questões relacionadas a programas e personalidades da televisão brasileira. A pesquisa sobre melhor âncora de telejornal e canal de notícias faz parte de uma série entrevistas encomendadas pelo NaTelinha ao Instituto Orbis.

"A informação correta e precisa, de absoluta credibilidade. É assim o perfil do INSTITUTO ORBIS DE PESQUISA, que está levando aos leitores do Na Telinha informações importantes sobre a televisão que a gente vê. A ORBIS procurou, ouvindo 1041 pessoas, todas interessadas no que a TV mostra, capturar tendências e opiniões da população de São Paulo”, explica Fausto Camunha, presidente da ORBIS.

E continua: “A pesquisa, que não para por aqui e é inédita, foi realizada com inteligência artificial, robótica, usando os mais modernos meios de medição. É bom ressaltar que procuramos alcançar preferências e qualidades, ao invés daquela pesquisa tradicional que mede a audiência das emissoras".

Mais Notícias