Reportar erro
Sem reação

Âncora da CNN contradiz ministro de Bolsonaro ao vivo e o deixa sem resposta

Rafael Colombo quebra protocolo e contraria Onix Lorenzoni, que fica incomodado

Rafael Colombo entrevista Onix Lorenzoni durante CNN Novo Dia
Rafael Colombo contradiz Onix Lorenzoni em entrevista - Foto: Repdoução
Redação NT

Publicado em 15/04/2021 às 17:43:00

Durante o jornal CNN Novo Dia desta quinta-feira (15), o âncora Rafael Colombo entrevistava o ministro do governo Jair Bolsonaro, Onix Lorenzoni, quando o apresentador fez contradição às afirmações do entrevistado sobre a gestão da pandemia da Covid-19. Onix não poupou palavras para elogiar o governo no enfrentamento da doença e afirmou que, na visão do ministro, o país começou a funcionar porque não há caso de corrupção na atual gestão.

Segundo Lorenzoni, o povo está satisfeito com Bolsonaro. Após as afirmações, Rafael fez comentário com informações e dados concretos contra tudo aquilo que Onix tinha acabado de dizer ao vivo.

"Ministro, a minha preocupação é mais rasa do que essa. Talvez o senhor esteja num patamar de compreensão do que se passa no mundo além daquilo que eu consigo. A minha preocupação, neste momento, é saber onde nós erramos, nós, como país. É claro que o Presidente da República vai ser cobrado porque ele é autoridade máxima do país", começou o apresentador.

"O Presidente da República, seja ele quem for, a essa altura do campeonato, também estaria sendo cobrado. Então não se trata de perseguição, e sim de uma cobrança legítima. Alguém que foi eleito Presidente da República tem sim uma responsabilidade imensa sobre tudo que acontece aqui, de bom e de ruim também, como o nosso desempenho pífio no combate a pandemia do novo coronavírus", continuou o âncora.

Ministro de Bolsonaro se incomoda com comentário de apresentador

Visivelmente surpreso com a reação do apresentador, Onix Lorenzoni ficou sem resposta e continuou apenas ouvindo Rafael Colombo.

"Estamos enterrado brasileiros a torto e a direita porque não soubemos lidar bem com a pandemia. Se alguém tem responsabilidade por isso, quem foi o culpado, quem deixou de ser ocupado, tem a polícia federal, o TCU, tem o Congresso Nacional e tem a população pra fazer avaliação", afirmou.

"Agora dizer que o Presidente da República não tem responsabilidade sobre a saúde pública do país, aí também é um pouquinho demais. Tem países que se saíram muito melhor que nós nessa pandemia, que é desconhecida, ninguém sabe o que fazer direito, mas aí é número, né, ministro? Aí não é ideologia, não é narrativa como se você gosta de dizer", finalizou Rafael, deixando Onix Lorenzoni visivelmente incomodado com os comentários do âncora.

Veja o momento a partir do minuto 3h25':



Mais Notícias