Reportar erro
Exclusivo

Volta do Se Joga acontece por insistência de diretor e pega equipe de surpresa

Programa voltará ao ar reformulado

Apresentadores do Se Joga
Se Joga voltará com novo formato na Globo - Divulgação/TV Globo
Gabriel Vaquer

Publicado em 10/12/2020 às 04:00:00

A volta do Se Joga para a programação da Globo em março de 2021 é muito mais uma insistência de um diretor que foi muito criticado, do que exatamente um desejo da emissora. A atração, que era diária, terá formato de temporada e será exibido aos sábados. A ideia é que Fernanda Gentil ganhe mais espaço no projeto, em comparação com Fabiana Karla e Érico Brás.

O NaTelinha apurou que diversos profissionais de produção que trabalharam no programa ficaram surpresos com o anúncio de retorno. Isso porque todos já foram realocados para outras atrações - a maioria foi para o Mais Você e projetos especiais de fim de ano.

Alguns serão reconvocados, até o fim do mês, para ajudar na nova formatação. O ideal é que o Se Joga em nada lembre o que foi ao ar entre setembro de 2019 e março de 2020.

Mas o fato é que o programa retorna pela insistência de Mariano Boni, jornalista que assumiu a diretoria de gênero no entretenimento da Globo e que comanda atrações como Altas Horas, Encontro, Mais Você, É de Casa, Conversa com Bial e o próprio Se Joga.

A ex-atração diária foi a primeira - e até agora, única - formatada pelo núcleo de Mariano desde que ele assumiu, em janeiro de 2019. Mais que isso: tirou do ar o Vídeo Show, uma marca de 30 anos.

Bem pressionado pelo péssimo conteúdo apresentado pelo Se Joga, Mariano Boni se recusou a terminar com a atração que projetou. Mesmo que índicios em relação a isso tenham acontecido, como a saída do pacote publicitário do programa do site comercial da Globo, além da comunicação para afiliadas de que não existia previsão da atração voltar, o executivo sempre determinava que o fim do Se Joga não fosse anunciado oficialmente.

Outro ponto importante é que havia também uma pressão para que Mariano fosse dispensado por causa do trabalho considerado fraco por colegas. Porém, altos mandatários da Globo gostam do olhar que ele tem. O diretor, por exemplo, é responsável por, na visão da TV, melhorar o conteúdo e a linha do É de Casa.

Para o novo Se Joga, o desafio é apagar a impressão ruim e fazer um programa mais atrativo e ideal para o horário. Ele deve anteceder o Caldeirão do Huck nas tardes de sábado. Se não der audiência e novamente não agradar, a ordem é cancelar logo após o fim da primeira leva de episódios da temporada - que será de 13 episódios.



TAGS:
Mais Notícias