Reportar erro
GloboNews

Maria Beltrão chora com brasileira vacinada no Reino Unido: "Sensacional"

Apresentadora demonstrou toda sua felicidade e esperança no Estúdio i

Maria Beltrão no Estúdio i chorando
Maria Beltrão não segurou a emoção com brasileira vacinada - Reprodução/GloboNews
Redação NT

Publicado em 08/12/2020 às 17:19:00

Maria Beltrão, apresentadora do Estúdio i na GloboNews, não segurou a emoção nesta terça-feira (8) ao ver a entrevista do repórter Rodrigo Carvalho com uma brasileira que tomou a vacina da Covid-19 no Reino Unido, que iniciou sua vacinação em massa no dia de hoje. A jornalista aplaudiu o bate-papo e chorou ao dizer que o início da imunização é uma “porta de esperança” para o mundo. Ela também ressaltou que as pessoas estão perto de se livrar da doença.

“'Hoje começa o dia mais feliz das nossas vidas'. A frase é da brasileira Beth Kress, de 70 anos, que mora no Reino Unido, e será uma das primeiras pessoas a tomar a vacina contra o coronavírus. É, gente, a luz do fim do túnel pra Beth virou um sol. Sabe o que ela mais deseja fazer depois de imunizada? Abraçar os seus. Depois? Abraçar o mundo com gratidão. Palavra linda que aquecem o coração. Queridos assinantes, nestes tempos difíceis, ficou mais fácil diferenciar o que é essencial”, vibrou a comunicadora.

Durante o programa, Rodrigo Carvalho conversou com a brasileira Maria Lúcia, profissional de um hospital de Londres, capital da Inglaterra, que foi vacinada. “Pergunta para a Maria Lúcia se ela topa ser minha amiga? Eu quero ser amiga dela!”, brincou Beltrão.

Após escutar o relato de Lúcia, ela ficou emocionada e não segurou o choro. “Rodrigo Carvalho, que coisa espetacular você trouxe pra gente hoje. Que coisa sensacional essa entrevista. Que porta de esperança se abre pra todos nós. Estou emocionadíssima. Emocionadíssima mesmo...”, completou.

Maria Beltrão e a emoção

Na semana passada, ela noticiou primeira vacina para combater a Covid-19 clinicamente aprovada no mundo. A jornalista declarou uma frase de Hélio Gurovitz e demonstrou muita satisfação com o trabalho promovido pela ciência, comparando o fato com a chegada do homem à lua.

“Pois bem, hoje recebemos a notícia que o Reino Unido foi o primeiro a autorizar uma vacina clinicamente aprovada e que vai começar a imunizar os britânicos já na semana que vem. É um feito extraordinário, gente! Sei que os tempos são difíceis, um ano que parece não ter fim, mas é importante pensar o que essa boa nova significa pra ciência e pra humanidade”, disse na ocasião.

Mais Notícias