Violência

Repórter da Globo é agredido na frente de posto de saúde em MG

A emissora soltou nota de repúdio

Repórter da Globo é agredido na frente de posto de saúde em MG
Repórter foi agredido - Foto: Reprodução/TV Integração

Redação NT

Publicado em 29/10/2020 às 14:44:00

A equipe da TV Integração, afiliada da Globo em Uberlândia, Minas Gerais, foi agredida nesta quinta-feira (29) em frente a um pronto-socorro de Prata. O cinegrafista Stanley Matias gravou toda a confusão e a emissora exibiu no MG1 Regional. Em nota, o canal lamentou o ocorrido através de sua direção de jornalismo.

“A equipe estava na frente do Pronto Atendimento de Saúde Municipal, o PAM, ouvindo moradores sobre as condições físicas do prédio. A reportagem faz parte da nossa cobertura eleitoral. Um homem, que se identificou como médico com o nome Jaquenes Melo, foi tomar satisfação com a equipe e, enquanto o nosso colega conversava com ele, ele avançou sobre o repórter, tentou tomar o microfone e o celular da equipe. Outro homem não identificado que estava ao redor agarrou nosso colega”, relatou a apresentadora Vanessa Carlos.

O cinegrafista Stanley Matias posicionou a câmera em um espaço afastado da confusão e foi separar a briga. Em seguida, o autor não identificado pelo telejornal saiu do meio das agressões, jogou um celular no chão e fugiu. O prefeito Anuar Arantes Amuy informou a reportagem do MG1 que todos os envolvidos já estão identificados.

continua depois da publicidade

O mandatário do poder executivo lamentou o episódio e repudiou as agressões. Ele explicou que será aberto um procedimento administrativo para apurar e analisar o ocorrido. O político ainda detalhou que os funcionários fazem parte da unidade de saúde.

Com o apoio da prefeitura, a equipe procurou a Polícia Militar para registrar um Boletim de Ocorrência. Os profissionais agredidos farão exame de corpo de delito e os responsáveis pelas agressões vão responder o episódio na Justiça.

TV Integração repudia agressão

A TV Integração soltou nota oficial sobre o ocorrido. Paulo Eduardo Vieira, diretor de Jornalismo do canal, lamentou o episódio. “Exatamente quando ampliamos nossa cobertura para divulgar as propostas dos candidatos a prefeito de mais cidades de nossa área de cobertura ocorre algo lamentável assim”, declarou.

continua depois da publicidade

Não é a primeira vez neste ano que uma equipe de jornalismo da TV Integração sofre agressões. Durante a gravação de uma reportagem em Barbacena, a repórter Thaís Fullin e o cinegrafista Robson Panzera foram atacados pelo comerciante Leonardo Rivelli, de 54 anos.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!