Série do Globoplay

"Foi assustador", diz artista que testemunhou expulsão de Sandy & Junior no SBT

Xororó revelou mágoa do passado em documentário sobre os filhos; confira detalhes

Sandy e Junior em 1998, ano em que foram expulsos no SBT (Foto: Reprodução/YouTube)

Publicado em 19/07/2020 às 05:00:00

Por: Paulo Pacheco

A revelação do diretor que expulsou Sandy & Junior de um programa de TV nos anos 90 ganha um novo desdobramento. O NaTelinha encontrou mais um personagem da história traumática que Xororó contou na série documental sobre seus filhos lançada pelo Globoplay, plataforma de streaming da Globo.

Na produção, o sertanejo chorou ao relembrar o episódio e admitiu sentir mágoa do profissional que maltratou os irmãos, na época ainda crianças. "O cara chegou: 'Espera aí, por causa de Sandy & Junior tem segurança aqui? Aqui não tem bandido não, pode sair todo mundo'", recordou.

Como Xororó não deu nenhuma pista sobre o "cara" que expulsou seus filhos, o público apostou em apresentadores e foi eliminando quem mantém bom relacionamento com Sandy & Junior desde os anos 90. O NaTelinha desvendou o enigma na última quinta-feira (16): Marcelo de Nóbrega, diretor de A Praça É Nossa e filho de Carlos Alberto de Nóbrega.

À reportagem, Marcelo confirmou o fato, porém contou uma versão diferente da história relatada por Xororó: "Na ocasião, aconteceu isso sim. A história verdadeira foi que eles foram convidados por mim [para gravar A Praça É Nossa], inclusive, porque gosto muito deles, são muito queridos. Quando olho para fora, vejo chegando um 'exército' no SBT. Começou a entrar segurança atrás de segurança. Parecia que tinha chegado o presidente da República".

Ainda segundo o filho de Carlos Alberto, a confusão começou quando os seguranças da Universal Music, gravadora de Sandy & Junior, bloquearam o acesso do elenco da Praça aos camarins. Uma atriz que iria contracenar com a dupla , disse Marcelo, não pôde ensaiar o texto, prática comum antes das gravações.

"Perguntei ao responsável da gravadora se podia tirar os seguranças, porque eles começaram a barrar os artistas da Praça. Falei: 'Não é para barrar os nossos artistas que vocês estão aqui'. Ele: 'Não quero saber, se os seguranças não ficarem eles não gravam'. Ele me afrontou no meu programa, na emissora onde eu trabalho. Esse cara da gravadora foi o grande culpado. Falou: 'Se você quiser, levo eles embora', como se não precisassem da Praça. O meu sangue ferveu, fui proteger os meus artistas. Não precisava daquele exagero. Ele me enfrentou e eu o enfrentei", relembrou.

Gorete Milagres como Filomena em Ô... Coitado!, série do SBT Foto: Montagem/Reprodução/SBT)

"Eu sofri junto", revela atriz

O NaTelinha encontrou a atriz citada que, de acordo com Marcelo de Nóbrega, contracenaria com Sandy & Junior em A Praça É Nossa. A artista é Gorete Milagres, então recém-contratada pelo SBT.

Intérprete de Filomena, Gorete prefere não detalhar o que ocorreu no episódio, porém descreve a cena como "chocante" e admite que a briga entre o filho de Carlos Alberto e a equipe de Sandy & Junior também lhe causou dor.

"O que eu posso te falar é que eu estava lá. Eu sofri junto, foi muito triste. Foi uma coisa assustadora, só isso que posso te falar. Foi muito assustador", recorda a atriz, que trabalhou na rede de Silvio Santos durante oito anos.

"Tenho muita gratidão por todo mundo que abriu as portas para mim e foram citados nesta história. A única coisa que eu posso falar é que foi triste. Eu estava lá, realmente", reforça a intérprete de Filomena.

O relato de Gorete confirma o tamanho da discussão entre Marcelo e a equipe de Sandy & Junior. À reportagem, o diretor da Praça contou que os irmãos "saíram chorando" da emissora.

Outra dado está próximo de ser desvendado: a data em que Sandy e Junior foram expulsos do SBT. É possível cravar que a briga ocorreu em 1998, já que Filomena estreou na Praça em dezembro de 1997 e o programa de auditório que a dupla apresentava na Manchete terminou no mês seguinte, janeiro.

Na época, Sandy tinha 15 anos e Junior, entre 13 e 14 (faz aniversário em abril). Em 1998, os irmãos já estavam mais próximos da Globo, primeiramente como intérpretes do tema de abertura da novela das seis, Era Uma Vez..., ao lado de Toquinho.

No final daquele ano, a emissora carioca exibiu um especial de fim de ano que se transformou em seriado e, em seguida, assinou contrato de exclusividade com a dupla. Durante quatro anos. Sandy e Junior praticamente não pisaram no SBT. Só abriram exceção a amigos como Serginho Groisman, na época apresentador do Programa Livre.


Marcelo de Nóbrega como Chorãozinho, sátira a Xororó, em A Praça É Nossa, e como diretor (Foto: Montagem/Reprodução/SBT)

Fãs atacam diretor

Após a revelação, fãs de Sandy & Junior atacaram Marcelo de Nóbrega com xingamentos e ameaças no Instagram, e exigiram um pedido de desculpas já falado por ele e publicado pelo NaTelinha.

"Eu, como pai, teria a mesma reação que ele teve. Hoje, eu me arrependi do que fiz. Eu podia ter dado uma volta no quarteirão e contado até dez antes de gravar. Se eu pudesse voltar atrás, eu não faria, por serem dois artistas tão queridos quanto Sandy & Junior, porque eles saíram chorando de lá por uma grosseria de um profissional da gravadora que se achou mais importante do que o diretor e o apresentador do programa", afirmou Marcelo, que teme reencontrar o sertanejo.

"Eu penso em procurá-lo, mas tenho medo da reação dele. Eu me arrependi. Devia ter dado um soco na parede e quebrado os dedos e não fazer isso. Se eu tivesse a oportunidade, eu gostaria de me desculpar com Xororó desde a época em que aconteceu isso. Fiz, me afrontaram. O responsável da gravadora não pensou em Sandy & Junior nem no Xororó, podia ter tirado um segurança. Queria que fosse até com meu ídolo Roberto Carlos, não com eles", lamentou.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!