Pacto Brutal

Doc sobre Daniella Perez pode despertar crise de ansiedade e psicólogo explica

O especialista diz que esse tipo de conteúdo pode reativar memórias ruins


Daniella Perez de rabo de cavalo, com camiseta preta e posando para foto ao ar livre
O nome de Daniella Perez foi um dos mais comentados nas redes sociais nos últimos dias - Reprodução
Por Jéssica Alexandrino

Publicado em 28/07/2022 às 15:49:00,
atualizado em 29/07/2022 às 10:30:23

O documentário Pacto Brutal: O assassinato de Daniella Perez é o primeiro lugar entre os conteúdos mais assistidos da HBO Max desde que foi lançado e tem recebido muitos elogios do público e da crítica, mas algumas pessoas estão relatando que enfrentam crises de ansiedade após assistir a produção , enquanto outras dizem não dormiram depois de ver os detalhes do crime. Ao NaTelinha, o psicólogo Ricardo Milito explica por que isso acontece.

"Quando temos contato com conteúdos de violência, o nosso organismo aumenta os níveis de adrenalina e cortisol, ou seja, o cérebro entende que estamos em perigo e precisa ficar em alerta, em um 'modo de sobrevivência', acionando regiões ligadas à atenção e defesa", explica ele.

O profissional ainda se aprofunda ao dizer por que algumas pessoas se sentem tão mal. "Em casos como a série sobre a morte da Daniella Perez, em que o ocorrido foi real, envolvendo celebridades e pessoas famosas, cenas e detalhes sobre o crime nos deixam mais impactados podendo gerar crises de ansiedade e outros desconfortos emocionais. Nosso corpo não foi feito para ficar em estado de alerta e estresse por muito tempo, o que pode causar problemas cardíacos, cognitivos e psicológicos", avisa.

De acordo com o profissional as pessoas que já têm histórico de transtornos emocionais, como depressão, ansiedade ou síndrome do pânico, devem evitar consumir esse tipo de conteúdo. "Provoca reações no nosso organismo que podem prejudicar nossa saúde mental", completa ele.

"Caso sentimentos e sintomas como medo, preocupação excessiva, insônia, desânimo permaneçam por muito tempo, gerando desconforto e prejuízos em diversas áreas do indivíduo, é um sinal de que a saúde mental pode estar comprometida e necessita da avaliação de um profissional."

Milito ainda conta que produções que envolvimento violentos podem trazer à tona lembranças ruins..

"Caso o indivíduo já tenha vivenciado situações de violência, esse tipo de série e conteúdo pode reativar memórias associadas ao evento e até despertar sintomas e sentimentos vividos no passado."

Psicólogo dá dicas para sair de estado de alerta após ver séries como a de Daniella Perez

Raul Gazolla de boné lilás, abraçado a Daniella Perez em foto antiga
Reprodução

Apesar de saber que o conteúdo vai causar desconforto ou que ficará com medo assim que desligar a TV, a maior parte das pessoas não deixa de conferir séries e filmes baseados em crimes reais ou experiências sobrenaturais. Segundo o psicólogo Ricardo Milito, até para isso existe uma explicação.

"A pessoa que gosta de assistir a conteúdos violentos, no conforto de um cinema ou no sofá de casa, sabe que está segura, ou seja, ela permite 'aproximar-se' do perigo sem correr riscos. Estar em estado de alerta é um mecanismo importante para nossa sobrevivência onde a atenção melhora, os batimentos cardíacos aceleram, a capacidade pulmonar aumenta e podemos tomar decisões mais rápidas para que possamos lutar pela nossa sobrevivência."

O especialista ainda deixa algumas dicas para quem desejar sair deste estado de alerta logo após assistir algo como Pacto Brutal:

"Ouvir uma música mais tranquila ou assistir conteúdos mais leves pode nos ajudar a relaxar e ficar mais calmos."

Podcast Dupla de 2

Fabrício Falcheti e Sandro Nascimento levam em um bate-papo descontraído sobre os assuntos da televisão e famosos, com muitas informações de bastidores em primeira mão; confira

Ouça agora
Mais Notícias