Reportar erro
Quase morte

Antonio Fagundes lembra experiência assustadora em minissérie da Globo

Ator ficou pendurado em helicóptero em cena de Labirinto com Betty Faria

Antonio Fagundes e Betty Faria em cena da minissérie Labirinto, exibida em 1998
Antonio Fagundes e Betty Faria viveram os amantes Ricardo e Leonor na minissérie Labirinto, de 1998 - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 21/11/2020 às 16:00:00

Antonio Fagundes participou de live do programa Sterblitch Não Tem um Talk Show para as redes sociais na sexta-feira (20). Em entrevista ao humorista Eduardo Sterblitch para a atração do Globoplay, o veterano ator relembrou o maior perrengue de sua carreira na TV. Foi na minissérie Labirinto, de 1998, em cena ao lado de Betty Faria.

Na história de Gilberto Braga com direção de Dennis Carvalho, os atores viviam Ricardo e Leonor, um casal de amantes dispostos a tudo por dinheiro. No último capítulo, o personagem de Antonio Fagundes morre ao cair de um helicóptero, enquanto a granfina vivida por Betty Faria consegue escapar.

"Na cena final, o meu personagem tinha que correr atrás de uma mulher que estava com um dinheiro, eu segurava num helicóptero e subia com ele. O Dennis Carvalho queria fazer um plano-sequência. Fui correndo, segurei no helicóptero e esqueceram de avisar para o piloto que ele tinha que subir apenas um metro comigo, subi 50", relatou Fagundes.

O episódio causou o desespero de toda a equipe, inclusive da atriz. "A Betty começou a gritar. O helicóptero desceu, eu saí e perguntei: 'Gravou?'. Todos ficaram tão apavorados que largaram a câmera, acabaram não gravando", relembrou o artista.

Antonio Fagundes fez declaração de amor ao teatro: "É a pátria do ator"

O ponto central do bate-papo entre Antonio Fagundes e Eduardo Sterblitch foi a paixão do veterano pelos palcos. "Teatro é a pátria do ator. É lá onde ele erra, testa, ousa, se estimula. Brinco que o teatro é um salto triplo mortal sem rede. A partir do seu trabalho lá, você cria ferramentas para atuar em outros lugares."

Ele também disse ser fã de literatura, algo que compartilhou com seu último personagem em novelas, o editor de livros Alberto de Bom Sucesso (2019). Na live, ele disse que a leitura é a atividade que mais o ajuda a relaxar nos momentos difíceis, como a pandemia de Covid-19.

O ator tem aproveitado a quarentena para reorganizar sua biblioteca pessoal. "Eu organizo direitinho, por autor, assunto. Tenho aproveitado esse tempinho mais livre em casa para fazer isso", revelou Antonio Fagundes.



Mais Notícias