Mar do Sertão

Globo aposta alto e dobra orçamento para Pantanal das seis

Novela das 18h será recordista de investimento


Personagem de Mar do Sertão
Mar do Sertão vai custar caro para a Globo - Foto: Reprodução/Globoplay

Renato Góes nem bem saiu da produção mais cara da história da Globo, ao viver José Leôncio na primeira fase de Pantanal e irá trabalhar em outra novela em que dinheiro passará longe de ser problema. Mar do Sertão, prevista para estrear no segundo semestre na faixa das 18h, teve o orçamento dobrado em relação às tramas do horário, inclusive a atual, Além da Ilusão.

Segundo apurou o NaTelinha, após a entrega dos blocos de capítulos e o diretor artístico Allan Fiterman ter feito o desenho de custos, a produção recebeu sinal verde para gastar mais do que as antecessoras da faixa.  A começar pelo elenco, que tem nomes de peso como José de Abreu e Débora Bloch, que não costumam dar as caras neste horário, também haverá investimento em todas as áreas.

Uma fonte confirmou à reportagem que Mar do Sertão custará, pelo menos, duas vezes mais que as novelas das seis, como Além da Ilusão, por exemplo. O funcionário da Globo, sob condição de anonimato, afirmou que a atual produção custa, em média, R$ 300 mil por capítulo, algo semelhante aos da antecessora, com a diferença básica da inflação. Mar do Sertão terá gastos girando entre R$ 600 e R$ 650 mil por capítulo.

O NaTelinha já havia antecipado que a próxima novela das seis, apelidada de Pantanal das 18h por causa da superprodução, custaria caro porque o modelo implementado por Ricardo Waddington e José Luiz Villamarim prevê maior destaque para as produções com a cara da Globo. Além disso, a história girará em torno de um tema recorrente e que sempre dá certo: a vingança.

Mar do Sertão vai custar caro

imagem-texto

Escrita por Mario Teixeira, a próxima produção das seis tem previsão de estreia para 16 de agosto e a emissora carioca já avisou o autor que serão 166 capítulos no total, permanecendo em exibição até o início de março. Com isso, os custos tornarão ela a novela mais cara da história da faixa, custando entre R$ 100 e R$ 107 milhões até seu término. Para se ter uma noção, Além da Ilusão custa ao canal menos de R$ 50 milhões no total.

A explicação se dá não só pelo elenco, mas também por ele. Quando o autor tem a autorização de um nome de peso, como José de Abreu, que custa mais caro para a Globo, ela aumenta os custos porque o artista recebe 30% a mais de salário enquanto está no ar, ou seja, além de subir os próprios vencimentos, acrescenta-se isso. Mas Mar do Sertão vai além e terá a oportunidade de fazer mais externas - o que normalmente é proibido na faixa das 18h e das 19h, além de ter tido a permissão de maior número de cenários. Tudo isso custa dinheiro.

A decisão de Waddington por aprovar o preço é para mostrar que, também nos outros horários, é possível fazer uma novela visualmente perfeita, cara e que dê retorno. A expectativa do setor financeiro do canal é de que a produção arrecade até quatro vezes mais que Além da Ilusão com publicidade e merchan. É esperar para ver se a aposta vai funcionar.

Procurada, a Globo não se manifestou, mas se o fizer o texto será atualizado

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias