Mar do Sertão

Globo transforma o Conde de Monte Cristo em Pantanal das seis

Mar do Sertão é a próxima novela das seis da Globo e será ambientada no interior brasileiro


Sergio Guize caracterizado como o peão Zé Paulino de Mar do Sertão
Sergio Guize caracterizado como o peão Zé Paulino de Mar do Sertão - Foto: Reprodução/Globo
Por Daniele Amorim

Publicado em 17/06/2022 às 21:15:00,
atualizado em 17/06/2022 às 21:17:54

Mais uma vez, o livro Conde de Montecristo será a inspiração para uma novela da Globo e dessa vez com toques de Pantanal. A história original, que conta a narrativa de vingança do protagonista que foi injustamente condenado por um crime, será vista em partes em Mar do Sertão. Na próxima trama das seis, Zé Paulino (Sergio Guizé) será dado como morto dias antes de casar com o amor de sua vida, mas aparecerá vivo dez anos depois. Ele voltará a cidade de Canta Pedra tomado pelo desejo de revanche.

Na trama escrita por Mário Teixeira, Zé Paulino começa sua história prestes a se unir a Candoca (Isadora Cruz). No entanto, o coronel Tertúlio (José de Abreu) exige que seu empregado leve um dos seus cavalos até outra cidade no mesmo dia em que deveria acontecer o casamento. Enquanto isso, Tertulinho (Renato Goés) volta a região após passar alguns anos fora e se encanta pela personagem de Isadora Cruz. Apaixonado, ele tenta fazer a mocinha desistir do enlace.

No dia da tarefa de Zé Paulino, o coronel pede que seu filho o acompanhe. Porém, durante o trajeto, a dupla sofre um acidente terrível e o protagonista é dado como morto. Esperto, Tertulinho aproveita o fim repentino do rival para se unir a Candoca. 

Dez anos se passam na história, e o personagem vivido por Sergio Guizé reaparece na cidade Cidade Petra com vontade de fazer justiça pelas próprias mãos. O rapaz tem certeza que seu sumiço não aconteceu à toa e ele peitará os grandes chefões da região. Enquanto isso, o protagonista ainda ficará mexido ao reencontrar Candoca.

imagem-texto

História repetida na Globo?

Assim como em Mar do Sertão, O Outro Lado do Paraíso (2017) também contou a história de uma protagonista em busca de vingança após ser passada para trás. Clara (Bianca Bin) é internada em uma clínica psiquiátrica pela sogra Sophia (Marieta Severo). A vilã tem interesse em uma mina de esmeraldas que está localizada em um terreno herdado pela mocinha.

Dez anos se passam, ela sai da instituição com a ajuda de Renato (Rafael Cardoso) e volta a cidade de Palmas, em Tocantins, para tirar o sono da rival. 

Avenida Brasil (2012) também tem o mesmo mote. Na trama, Rita (Débora Falabella) é jogadaem um lixão pela madrasta Carminha (Adriana Esteves) após a morte do pai Genésio (Tony Ramos). A menina acaba sendo adotada por um casal de argentinos e passa a viver confortavelmente com eles. 

A trama tem uma passagem de tempo e, Rita, que agora se chama Nina, nunca se esqueceu da maldade da madrasta. Tomada pelo ódio, ela se infiltra na casa da vilã como empregada doméstica para fazê-la pagar. 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias