Exclusivo

Globo comemora alta audiência de Pantanal, mas questiona Ibope

Emissora e empresa estão discordando dos dados


José Leôncio em cena de Pantanal
Pantanal faz a Globo entrar em crise com a Kantar - Foto: Reprodução/Globoplay
Por Daniel César

Publicado em 13/04/2022 às 04:27:00,
atualizado em 13/04/2022 às 15:06:15

Desde a estreia de Pantanal, a Globo vem comemorando dia após dia o sucesso da trama escrita por Bruno Luperi, com base no original de Benedito Ruy Barbosa. Se o sucesso da nova novela das 21h é incontestável, do ponto de vista da emissora, a relação entre ela e a Kantar Ibope, responsável por medir a audiência da TV, está degringolando justamente por conta dos dados disponíveis.

Segundo apurou o NaTelinha, a cúpula do canal comemorou intensamente os resultados dos primeiros capítulos de Pantanal, que conquistou o país todo e fez de Madeleine (Bruna Linzmeyer) a personagem mais buscada no país nos mecanismos do Google. Enquanto isso, a produção tem uma passagem de tempo e muitos acontecimentos previstos para esta semana.

Mas nem tudo são flores, já que a reportagem ouviu de fontes dentro da própria Globo, que a direção do canal não concorda com os dados disponibilizados pela Kantar Ibope. Oficialmente, em 10 capítulos a história de Juma Marruá (Alanis Guillen) construiu média de 26,9 pontos, número muito maior que os 22,3 de média-geral que teve Um Lugar ao Sol, a antecessora. Mesmo com um aumento de 21%, a cúpula da emissora entende que os resultados não são compatíveis com o sucesso da trama.

Levantamento interno indica que Pantanal está muito melhor ranqueada que os dados da Kantar. A Globo pediu, de forma sigilosa, um dado estatístico e o resultado é de que a novela tem a mesma procura, seja no digital ou não, de A Força do Querer (2017). A trama assinada por Gloria Perez teve média de 35,7 pontos, mas nos primeiros 12 capítulos contava com 30,6, ou seja, 13% a mais que o folhetim atual.

Pantanal impacta milhões

imagem-texto

Segundo a própria Kantar, os números de Pantanal são positivos no país todo. Para se ter uma noção, o levantamento da empresa mostra que a primeira semana da novela das 21h impactou 85 milhões de pessoas no Brasil. Isso é 40% de toda a população brasileira, o que é considerado um sucesso raro de se ver, mas que não é transformado em dados concretos e liberados para o público em geral.

Do ponto de vista de pontuação, o Ibope apresentou um relatório que mostra a novela como o programa mais visto do país, mas com dados abaixo de outras produções, inclusive a reprise de Império, que terminou no ano passado. A Globo não concorda com estes resultados e considera que a novela tem sido vista por muito mais gente e que a audiência não vem sendo captada de forma correta.

O método utilizado pela Kantar para buscar audiência já vem sendo questionada pela Globo e por outras emissoras há bastante tempo, como já mostrou o NaTelinha. Com os dados defasados de Pantanal, a mudança no critério de medição de audiência, previsto para 2023, deve ser antecipado para o segundo semestre.

A reportagem procurou a Kantar, mas não conseguiu um retorno. Também consultada, a Globo enviou a seguinte nota:

"A Globo, assim como demais veículos de comunicação e entidades do mercado publicitário brasileiro, representadas através de associações como a ABAP, reconhecem e utilizam os dados do Instituto de Pesquisa Kantar há anos. Seus dados são considerados fonte confiável e importante parâmetro agnóstico, de forma a orientar o mercado como um todo, livre de vieses ou conflitos de interesse. Além disso, cada veículo pode ainda combinar dados desta auditoria de audiência domiciliar externa e sindicalizada a diversas outras fontes de dados, internas ou ad-hoc, de forma a aprofundar o entendimento da jornada do seu consumidor ou os diversos perfis de seus usuários."

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias