Reportar
erro
Aleatório

Abertura de Por Amor viraliza na Rússia e vira trilha sonora na web

Os russos estão utilizando o áudio de apresentação dos atores da novela


Regina Duarte como Helena, em Por Amor
Regina Duarte na cena em que Helena revela a troca dos bebês - Acervo TV Globo
Por Redação NT

Publicado em 08/04/2022 às 14:19:21

Se depender dos russos, Por Amor (1997) não será esquecida. O novelão de Manoel Carlos está viralizando no país, mas não é por conta do drama da troca dos bebês de Helena (Regina Duarte) e Eduarda (Gabriela Duarte). O áudio de apresentação do elenco da trama na versão portuguesa está sendo utilizado como trilha sonora para milhares de vídeos publicados no Instagram e no TikTok.

Ao que tudo indica, a popularidade da famosa música de Zizi Possi começou porque os russos achavam incomuns os nomes dos artistas brasileiros que integravam o elenco da obra, mas depois que virou trend, a canção passou a aparecer em vídeos aleatórios e hoje pode ser vista como fundo musical para qualquer coisa.

No Twitter, brasileiros estão tirando sarro da situação e fazendo até compilados dos vídeos. "Simplesmente rindo muito que viralizou na Rússia o áudio da abertura da novela Por Amor, do Manoel Carlos, e já tem mais de 34 mil reels russos gravados com esse som", publicou Rafinha.

"Gente, por que os russos tão usando um áudio da abertura de Por Amor do Maneco pra gravar reels???????", perguntou, em outro tweet. "A abertura de por amor na Rússia é com Per Amore?", perguntou Jardel Alves, vendo a repercussão da música.

Efeito Por Amor? Nome de personagem da novela é o mais escolhido para bebês em 2019

Abertura de Por Amor viraliza na Rússia e vira trilha sonora na web

Não é só a música de Por Amor que viraliza. O nome Maria Eduarda foi o mais escolhido para registrar bebês do sexo feminino no Brasil em 2019. Este era o nome da personagem vivida por Gabriela Duarte na novela, que foi reprisada no Vale a Pena Ver de Novo naquele ano e que fez muito sucesso, se transformando numa das maiores audiências da década.

O nome que não apareceu entre os principais escolhidos nos últimos anos ganhou força no Brasil em 2019 e foi registrado por 12.063 crianças do sexo feminino. Ela ficou na terceira posição na lista geral, atrás de dois nomes masculinos, Enzo Gabriel (16.672) e João Miguel (45.082).

As informações estão no Portal da Transparência e reuniu dados de mais de 7 mil cartórios de registro civil de todos os Estados brasileiros e representam mais de 2,5 milhões de registros ocorridos no país este ano até o dia 20 de dezembro.

Se os dois nomes masculinos ficaram na primeira posição nacional, nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, Maria Eduarda foi o nome mais escolhido pelos pais para registrarem seus bebês neste ano, segundo o levantamento. Vale lembrar que os dois estados são consideradas as duas principais praças de audiência da Kantar Ibope.

 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias