Reportar
erro
Não cabe

Nos Tempos do Imperador não terá mais cena inspirada em George Floyd; Globo explica por quê

A equipe de direção da trama e o ator envolvido na sequência avaliaram a possibilidade


Maicon Rodrigues caracterizado como o Guebo em Nos Tempos do Imperador
Maicon Rodrigues interpreta Guebo em Nos Tempos do Imperador - Reprodução/Instagram
Por Redação NT

Publicado em 20/01/2022 às 15:19:00,
atualizado em 20/01/2022 às 15:22:17

Nos Tempos do Imperador não terá mais uma cena inspirada no caso de George Floyd - episódio chocante de racismo nos Estados Unidos, que aconteceu em maio de 2020 e provocou diversos protestos pelo mundo todo. Na última quarta-feira (19), noticiamos que o delegado Borges (Danilo Dal Farra) ajoelharia sobre o pescoço de Guebo (Maicon Rodrigues) até que o rapaz não conseguisse mais respirar. Porém, em nota, a Globo informou que optou por não seguir neste caminho.

"A cena  não foi gravada desta forma. No texto do capítulo original havia sim uma sequência sugerindo uma determinada referência, mas a equipe de direção e o ator envolvido avaliaram, dias antes de gravar, que, no contexto da cena, não caberia fazer a alusão sugerida", diz o comunicado da emissora.

A sequência aconteceria quando Guebo e os guerreiros invadissem a Câmara, mascarados, para manifestar contra o envio de escravos para a Guerra do Paraguai. Assim que visse a reação do grupo, o delegado Borges agiria de forma violente e provocaria um grande conflito, que terminaria com o personagem de Maicon Rodrigues sendo derrubado no chão pelo policial, que pularia de um telhado.

Nos Tempos do Imperador: Zayla planeja vingança contra Tonico

Nos próximos capítulos da novela Nos Tempos do Imperador, Zayla (Heslaine Vieira) encontra uma prova capaz de colocar Tonico (Alexandre Nero) na cadeia e planeja sua vingança. A ex-amante do político será procurada por uma lavadeira que lhe entrega um colete manchado e com a estampa da página do jornal do deputado. Depois de confirmar com Celestina (Bel Kutner), a filha de dom Olu (Rogério Brito) não terá mais dúvidas de que a roupa foi usada pelo vilão na noite em que Nino (Raffaele Caseccio) morreu.

“Está com uma mancha. É tinta, não sei... Tentei de tudo, mas não sai. Você sabe alguma coisa que tire isso?”, pergunta a lavadeira. A desafeta de Pilar recorda de uma mesma peça do ex-amante e deduz ser dele.

A certeza virá depois que ela identificar a capa do jornal O Berro estampada na roupa. Sem pensar duas vezes, ela corre até a Quinta para falar com Celestina sobre a noite em que seu marido foi morto. “Disseram que foi um assalto, mas não tenho dúvidas de que ele foi morto por Tonico!”, dirá a governanta.

 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias