Reportar
erro
Tragédia

Nos Tempos do Imperador: Guebo terá cena inspirada no caso George Floyd

Episódio chocante de racismo nos Estados Unidos motivou diversos protestos no mundo


Guebo olhando para o lado
Guebo terá cena inspirada no caso George Floyd - Foto: Reprodução/Globo
Por Redação NT

Publicado em 19/01/2022 às 09:20:38,
atualizado em 19/01/2022 às 09:47:04

Nos próximos capítulos de Nos Tempos do Imperador, Guebo (Maicon Rodrigues) terá uma cena para lá de emocionante e trágica. De acordo com a colunista Patrícia Kogut, do O Globo, o personagem fará uma cena inspirada no caso de George Floyd – episódio chocante de racismo nos Estados Unidos, que aconteceu em maio de 2020 e provocou diversos protestos pelo mundo todo.

Tudo acontece quando Guebo e os guerreiros invadem a Câmara, mascarados, para manifestar contra o envio de escravos para a Guerra do Paraguai. Assim que vê a reação do grupo, o delegado Borges (Danilo Dal Farra) toma atitude de forma violente e provoca um grande conflito.

Ainda segundo Kogut, o personagem de Maicon Rodrigues, então, sai correndo por um beco, até que ouve a voz de Borges: "Parado ou eu atiro". O jovem tenta procurar ajuda de alguém, mas o policial acaba soltando de um telhado e o derruba no chão.

Em seguida, Borges se ajoelha sobre o pescoço do rapaz, que fica ofegante e implora ajuda. "Não! Para! Não consigo", diz ele, sem conseguir respirar, recriando a cena que chocou o mundo.

O caso George Floyd

George Floyd foi um afro-americano que foi assassinado em 25 de maio de 2020, depois que Derek Chauvin, então policial de Minneapolis, ajoelhou-se no pescoço dele durante oito minutos e quarenta e seis segundos, enquanto estava deitado de bruços em uma rua. Os policiais Thomas Lane e J. Alexander Kueng também ajudaram a conter Floyd, enquanto o policial Tou Thao estava perto e observava.

O assassinato ocorreu durante a prisão de Floyd e foi gravado em vídeo nos celulares por vários espectadores. As gravações em vídeo, mostrando Floyd dizendo repetidamente: "I Can’t Breathe!" ("Não consigo respirar") foram amplamente divulgadas nas plataformas de redes sociais e transmitidas pelos meios de comunicação do mundo inteiro.

Os quatro policiais envolvidos foram demitidos no dia seguinte. Em junho de 2021, o policial Derek Chauvin acabou sendo condenado a 22 anos de cadeia pelo assassinato de George Floyd.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias