Reportar erro
Compacto

Autora de Pega Pega critica cortes da Globo: "Era um capítulo importante"

Claudia Souto não gostou do que foi ao ar sábado (28); reprise da novela deve ter curta duração

Claudia Souto, autora de Pega Pega, critica edição da Globo na reprise da novela
No ar com a reprise de Pega Pega, Claudia Souto também está na fila de tramas inéditas às 19h - Foto: Mauricio Fidalgo/Globo
Redação NT

Publicado em 29/08/2021 às 16:30:00

A autora de Pega Pega, Claudia Souto, não está nada satisfeita com a edição que a novela vem sofrendo na Globo. Em reprise desde julho às 19h, a trama exibida originalmente entre 2017 e 2018 vem sofrendo cortes para que chegue ao fim ainda neste ano e possa deixar a faixa para as tramas inéditas.

“Caramba, as cenas que levam Júlio a se entregar ficaram no churrasco?”, reclamou Claudia Souto no Twitter logo após a exibição de Pega Pega nesse sábado (28). No capítulo, o personagem de Thiago Martins confessa sua participação no roubo do dinheiro da venda Carioca Palace, crime que é o ponto de partida da história.

A novelista seguiu com a reclamação. “Eu sempre soube que é um compacto da novela, porque Cara & Coragem estreia em maio, depois de Quanto Mais Vida Melhor. Precisa condensar 184 capítulos em pouco mais de 100. Mas esse era um capítulo importante”, acrescentou, com um emoji de choro.

Cara & Coragem é o próximo trabalho da escritora para a emissora e também irá ao ar às 19h, no ano que vem. Antes, Mauro Wilson faz sua estreia como autor titular com Quanto Mais Vida Melhor, com estreia prevista para novembro. A novela tem nomes como Giovanna Antonelli, Mateus Solano e Vladimir Brichta no elenco.

Confira as publicações de Claudia Souto sobre os cortes na reprise de Pega Pega:

 

Reprise de Pega Pega não estava nos planos da Globo para 2021

imagem-texto

Apesar da audiência satisfatória na primeira exibição há quatro anos (28,8 pontos na Grande São Paulo), Pega Pega foi uma trama que não repercutiu e recebeu críticas. A escolha da Globo em reprisá-la surpreendeu o público, já que a emissora tinha outros títulos mais interessantes à disposição.

A princípio, uma reprise não estava nos planos da Globo depois de Salve-se Quem Puder. Prova disso é que a emissora vinha alardeando chamadas em março o seu cronograma de novelas até o final de 2021. Nela, havia promessa de exibir Quanto Mais Vida Melhor em julho, mas com o agravamento da pandemia da Covid-19, optou-se por adiá-la mais uma vez.




Mais Notícias