Lista NT

Envenenamento, caso gay e barraco: Cinco polêmicas nos bastidores das novelas mexicanas

Thalía, Fernando Colunga e Gaby Spanic se envolveram em polêmicas


Montagem de foto com Thalía, Fernando Colunga e Gaby Spanic, astros de novelas mexicanas
Novelas mexicanas tiveram muita polêmica nos bastidores - Foto: Montagem

As novelas mexicanas fazem muito sucesso no Brasil, mas como acontece nas tramas nacionais, as produções de lá também envolvem uma série de famosos que vivem se envolvendo em polêmica. E as controvérsias envolvem Thalía, protagonista da trilogia das Marias, além de Gaby Spanic e Fernando Colunga, todos muito conhecidos do público brasileiro.

Os tabloides mexicanos sempre se aproveitaram das polêmicas do universo das celebridades para manter o sucesso das publicações e, assim como acontecem no Brasil, revelam polêmicas de bastidores que quase nunca viriam à tona apenas pela vontade dos nomes citados.

E se as novelas mexicanas fazem muito sucesso no Brasil, o interesse por esses atores e atrizes também são crescentes, justamente por isso as polêmicas sobre eles acabam chamando a atenção. E algumas dessas histórias impressionam tanto como um roteiro das novelas que eles protagonizaram.

Confira cinco polêmicas dos bastidores:

Thalía abandona a avó

imagem-texto

Um dos maiores ícones da dramaturgia mexicana, Thalía fez muito sucesso nos anos 90 ao protagonizar a trilogia de Marias, Maria Mercedes (1992), Marimar (1994) e Maria do Bairro (1995) se envolveu numa intensa polêmica. Thalía foi acusada de não ajudar financeiramente sua avó, na época com 99 anos. A rainha das novelas mexicanas até postou uma foto homenageando a idosa no aniversário dela, entretanto, Laura Zapata disse que a senhora não gostaria de ver a neta novamente

“Quando a vi, disse que ela não poderia ficar triste e depressiva, pois tem parentes que gostam delas. Então, perguntei se ela queria que eu buscasse as netas para vê-la. Fiquei muito surpreendida com a resposta dela: não quero ver minhas netas nunca mais”, afirmou para a revista Televisa. m entrevista para o programa de fofocas Hoy, Frederica Sodi, outra irmã de Thalía, saiu em defesa da famosa e criticou a mídia. “Minha irmã (Thalía) é uma pessoa com quem sempre podemos contar, e o problema é que a imprensa mexicana sempre é muito maldosa e parece que a persegue desde que iniciou sua carreira”, disparou.

Silvia Navarro bissexual

Envenenamento, caso gay e barraco: Cinco polêmicas nos bastidores das novelas mexicanas

A estrela de Meu Coração é Teu (2014) publicou uma foto junto a uma mulher e se declarou. Na ocasião, a mídia noticiou dizendo que a atriz estaria se relacionando com a moça e assumindo sua bissexualidade. Contudo, pouco tempo depois, ela negou a informação.

Por ser rodeada de amigas e de fazer questão de mostrar intimidade com todas elas, Silvia Navarro sofre pressão de parte da imprensa mexicana, que insiste para que ela assuma a bissexualidade. Ela já teve de ser defendida por seus fãs nas redes sociais por conta do assunto. Sem nunca falar claramente sobre o tema, Silvia não voltou a se relacionar oficialmente com ninguém desde o fim do casamento, em 2020,  e sempre que questionada afirma que tem se dedicado à criação do filho.

Victoria Ruffo insatisfeita com novela

imagem-texto

Em 2014, depois de emplacar dois sucessos, Triunfo do Amor (2010) e Coroa de Lágrimas (2012), Victoria Ruffo foi convidada para trabalhar em outra produção considerada controversa. La Malquerida (A Mal Amada, em tradução livre), era baseada num livro homônimo e a atriz aceitou imediatamente o convite para interpretar Cristina Maldonado por já conhecer a obra, mas nada saiu como o planejado.

"Eu vi o filme e o tratamento que fizeram, além do mais já se tinha feito uma obra de teatro na Espanha e foi maravilhoso, fenomenal para um filme de uma hora e meia. Eu sinceramente acreditei que poderia ser feito algo parecido ou até melhor", disse ela em entrevista ao programa Intrusos. E ela confirma que odiou o trabalho e que quase nada se salvava, mas fez questão de fazer um elogio. "Não gostava de quase nada, mas gostava da direção", garantiu.

Fernando Colunga caso com político

imagem-texto

Ex-namorado de Thalía, o astro de novelas como Maria do Bairro e A Usurpadora (1998) sempre teve uma vida muito discreta e nunca gostou de holofotes. Aliás, este foi o motivo que ele alegou para terminar com a musa latina que se transformou num fenômeno da música. Mas em 2020 saiu uma informação que chocou boa parte dos fãs do ator, a de que ele teria tido um caso com um político influente no país.

O site NRT, do México, publicou no começo do ano que Colunga teria se relacionado por muito tempo com Rafael Moreno, um dos mais importantes políticos do país. De acordo com o jornalista Edgar Pérez, o caso teria sido tão intenso que o casal supostamente chegou a alugar um hotel inteiro para passar um final de semana a sós, com medo de terem o relacionamento amoroso descoberto.

Gaby Spanic envenenada

imagem-texto

Gaby Spanic, protagonista de A Usurpadora também sofreu uma história de novela. Ela foi envenenada pela própria assistente em 2010. "Todos começamos a passar mal, menos ela. Ela se recusava a comer lá em casa. Meu bebê ficou 24 horas sem fazer xixi. Tivemos náuseas, problemas estomacais, respiratórios. Quase tive um infarto. Então fizeram um monte exames e descobriram que tínhamos uma alta concentração de amônia no corpo. Ela nos envenenava com cloreto de amônia. É usado como fertilizante e para revelar fotografias. Ela colocava na comida em pequenas doses. Minha mãe cozinha muito e guardava na geladeira. Ela colocava nas bebidas, na mamadeira do meu filho", contou ela ao UOL.

E ela revelou que outra atriz ajudou a mulher a se livrar da prisão. "a Justiça mexicana é muito ruim. E essa moça, María Celeste, tinha cinco advogados de defesa, todos pagos por Carmen Salinas, uma atriz mais velha daqui. Muito má. Esta senhora sempre me odiou, mas nunca fiz nada a ela. Estamos muito afetados como família e com a injustiça. Como uma mulher que envenena crianças pode estar solta?, confirmou.

Mais Notícias