Reportar erro
Cara a cara

Salve-se Quem Puder: Fiona enfrenta chefe da facção criminosa: "Vou chamar a polícia"

Mocinha flagra Hugo maltratando Helena e reage em defesa da mãe

Fiona defende Helena de Hugo
Fiona chama Hugo de covarde em Salve-se Quem Puder - Reprodução/TV Globo
Taty Bruzzi

Publicado em 22/06/2021 às 08:25:00

Nos próximos capítulos de Salve-se Quem Puder, Luna/Fiona (Juliana Paiva) enfrenta Hugo (Leopoldo Pacheco) para defender sua mãe. A Mocinha vai ao Empório Delícia para assinar sua rescisão de contrato e flagra uma briga entre os dois. Ela vê quando o chefe da facção criminosa perde a cabeça e segura Helena (Flávia Alessandra) pelos cabelos. A ex-namorada de Téo (Felipe Simas) reage sem imaginar que está diante do bandido que tanto procura.

Desmascarada por Úrsula (Aline Dias), a fisioterapeuta será demitida pela madrasta do cineasta e impedida de se aproximar da família do rapaz. Ela irá ao polo gastronômico acertar suas contas bem na hora em que o pai de Micaela (Sabrina Petraglia) estiver alterado com a mulher. A essa altura, o chefe de Dominique (Guilhermina Guinle) já sabe que Helena viu um homem muito parecido com Mário (Murilo Rosa) e estará morrendo de ciúmes.

Depois de queimar a foto que a loira guardava do cozinheiro com a filha, o empresário tenta convencê-la a viajar para tentar esquecer seu passado, mas ela estará disposta a investigar se o ex-marido está vivo e no Brasil.

Durante a discussão, Hugo perde a cabeça e será violento com Helena. Ela chega a segurá-la pelos cabelos bem na hora em que Luna/Fiona chega e a mocinha ameaça chamar a polícia, colocando-o pra correr. Na sequência, ela recebe um abraço da mãe. Saiba mais!

Em Salve-se Quem Puder, Hugo perde a cabeça, agride Helena 

Salve-se Quem Puder: Fiona enfrenta chefe da facção criminosa: \"Vou chamar a polícia\"

Nos próximos capítulos de Salve-se Quem Puder, na Globo, Luna/Fiona chega ao Empório bem na hora de impedir uma tragédia e ganha abraço de sua mãe. A mocinha irá ao polo gastronômico assinar sua rescisão e flagra Hugo segurando Helena pelos cabelos.

A madrasta de Téo acusa o empresário de tê-la feito acreditar que o ex-marido e a filha morreram por sua culpa. Manipulador, o bandido tenta convencê-la de fazer uma viagem, mas a loira rasga as passagens e admite que ainda ama Mário. Hugo lhe dá um tapa na cara e Helena pede a separação.

No dia seguinte, o ricaço tenta impedir a dona do Empório Delícia de sair de casa. O chefe de Dominique segue a loira até o polo gastronômico e Luna/Fiona flagra uma discussão feia entre eles. “Você vai voltar comigo pra casa agora!”, ordena.

Helena corre até o escritório e tenta trancar a porta, mas será impedia pelo marido. “Você tem que dar atenção ao homem que te ama. Que te protege das barbaridades que você faz”, esbraveja, Hugo.

A madrasta de Téo pede que ele a solte, pois está lhe machucando. Ela ameaça gritar, o irritando ainda mais. "É isso o que você quer? Um escândalo no Empório?", questiona a empresária.

"Não é você que diz que não é pra ninguém saber do passado? Do que eu fiz no México? Assim, todo mundo vai ficar sabendo quem a sua esposa é e tudo de errado que Helena Furtado fez”, ameaça.

"Você nunca mais repita esse sobrenome”, ordena, Hugo, enquanto a segura pelos cabelos. A loira grita e será acudida pela fisioterapeuta. “Solta ela! Solta que eu estou mandando! Ou eu vou ter que chamar a polícia?”, dirá a mocinha.

Hugo se vira contra a jovem e, desta vez, Helena é quem a defende. “Olha lá o que você vai fazer!”, sinaliza a ex-mulher de Mário. “Deixa, dona Helena! Eu não tenho medo de homem que bate em mulher! Seu covarde!”, dispara a mexicana.

Os dois se encaram e o pai de Téo ordena que a mocinha repita o que disse antes. Sem se deixar intimidar, a amiga de Alejandro (Rodrigo Simas) reforça sua opinião. “Homem que bate em mulher não é homem de verdade. É um nada, um zero à esquerda!”, rebate a filha de Mário. O empresário pega Luna pelo braço. “Eu não vou deixar uma piranhazinha falar desse jeito comigo”, ameaça o chefe da facção criminosa.

Muito nervosa, Helena pede que ele solte a jovem. Mesmo contrariado, o bandido obedece a loira. “Era só o que faltava! Você protegendo a vagabunda que enganou o nosso filho”, ofende o ricaço. A ricaça diz que ele está fora de si e implora para que vá embora. Hugo decide ir, mas avisa que a aguarda em casa para terminarem esta conversa. O bandido sai chutando tudo o que vê pela frente.

Helena chora e será amparada pela mocinha. “Calma, dona Helena. Eu sei que eu não devia ter me metido, mas na minha frente ninguém levanta a mão pra senhora”, sinaliza a jovem. "Me abraça, Fiona, me abraça”, pede a loira. A cena vai ao ar em breve ne novela das sete.


Fique por dentro dos próximos capítulos de Salve-se Quem Puder e outras produções acessando o canal de Novelas do NaTelinha.

Quer saber mais? Confira o resumo semanal da novela Salve-se Quem Puder de 21/06/2021 a 26/06/2021



Mais Notícias