Reportar erro
Exclusivo

Pandemia e nova direção colocam novelas da Globo aprovadas na corda bamba

Muitas mudanças deverão acontecer nos próximos meses

Cena de Pantanal com Juma ( Cristiana Oliveira) e Joventino (Marcos Winter)
Pantanal é uma das novelas na berlinda por causa da pandemia na Globo - Foto: Divulgação
Daniel César

Publicado em 14/04/2021 às 04:00:00,
atualizado em 14/04/2021 às 08:32:27

A nova cúpula de dramaturgia da Globo passa a mudar os rumos do departamento e prepara uma leva de alterações na fila de novelas deixadas pelo ex-diretor Silvio de Abreu. Com isso, há produções já aprovadas que estão na corda bamba, parte por conta do novo estilo que quer ser emplacado pelos diretores, parte em virtude da própria pandemia.

Como o NaTelinha havia antecipado com exclusividade, uma das novelas que está por um triz é Além da Ilusão, que marcaria a estreia de Larissa Manoela no canal. Por ser de época, o folhetim é considerado inviável em tempos de pandemia e dificulta bastante sua aprovação neste momento porque as gravações são muito mais difíceis quando se trata de uma produção deste porte.

Mas a trama criada por Lícia Manzo não é a única que está na corda bamba e, mesmo novelas que se tornaram a menina dos olhos de Ricardo Waddington, o novo diretor artístico da Globo, estão com a vida garantida. É o caso do remake de Pantanal que, nos bastidores da Globo, ninguém sabe ao certo quando vai ao ar.

Inicialmente previsto para estrear em 2021, nos corredores da emissora carioca todos dão como certo de que isso não acontecerá em virtude das dificuldades de gravações neste momento de pandemia. Com locações diretamente no Pantanal, a direção da Globo não considera enviar o elenco para a região num momento de aceleração de casos da Covid-19 no Brasil.

Diante deste cenário, o remake de Pantanal está em vias de ser adiado.  De acordo com fontes ouvidas, a ideia é de que, se em julho ou agosto, prazo máximo estabelecido, não houver uma solução para garantir os protocolos sanitários durante as gravações, a emissora carioca pode inverter a fila e colocará João Emanuel Carneiro com sua Olho por Olho para substituir Lícia Manzo, que tem estreia prevista para depois da reprise de Império.

Pantanal no ano que vem

Pandemia e nova direção colocam novelas da Globo aprovadas na corda bamba

Oficialmente, a fila segue a mesma com Um Lugar ao Sol estreando em agosto, Pantanal em janeiro do ano que vem e em junho estreando Olho por Olho. Mas nos bastidores a informação é de que a novela de João Emanuel Carneiro é que entrará em produção a partir de julho e não o remake de Benedito Ruy Barbosa, que já tem até protagonista.

Isso porque a trama será gravada integralmente nos Estúdios Globo e no, máximo, em externas do Rio de Janeiro, o que facilita as gravações. E permitiria que Pantanal entrasse em produção apenas em novembro ou, num cenário menos urgente, até mesmo em janeiro do ano que vem, o que facilitaria a situação. E Além da Ilusão não é a única produção da faixa das 18h que está sob forte risco de cair. As próximas produções da faixa também poderão ser suspensas justamente por se tratarem de tramas de época, como é o caso da novela de Gilberto Braga com Denise Bandeira.

Também há a produção de Alcides Nogueira, que voltou a tocar o tema sobre as sufragistas depois que o remake de Amor com Amor se Paga caiu, numa primeira decisão artística, que quer se afastar de visitações ao passado.

Cara e Coragem em risco

Pandemia e nova direção colocam novelas da Globo aprovadas na corda bamba

E se Quanto Mais Vida Melhor está dando trabalho para a direção da Globo por conta de problemas no roteiro, a substituta também ainda não está definida. Cara e Coragem, de Cláudia Souto, tem a previsão de substituir a próxima novela das 19h, mas não está garantido.

Isso porque, o folhetim exige muito contato físico, já que conta a história de dublês e haverá muita luta, o que é inviável neste momento. O problema para a Globo, no entanto, é que não há sinopses completamente aprovadas no horário para entrar no lugar. Neste momento, a previsão é de que Salve-se Quem Puder termine em julho e seja substituída por Quanto Mais Vida Melhor, que iria até novembro, possivelmente. Neste cenário, a próxima teria de entrar em estúdio, no mais tardar em agosto, por isso a decisão é urgente.

Procurada pelo NaTelinha, a Globo respondeu que "estamos atravessando uma pandemia que traz desafios a todos e também à indústria audiovisual. Nós estamos sendo transparentes em todas as nossas comunicações. Todas as vezes que adiamos gravações, alteramos a programação, isso foi comunicado. E, como já divulgamos, a previsão das obras se mantêm, apesar das duas paralisações absolutamente necessárias. Toda hora tem uma matéria sua dando conta de uma novela que será suspensa, filas que se alteram...Essas informações não procedem. Ao contrário, só contribuem para a desinformação do público. Acho que todos nós precisamos ser responsáveis neste momento tão difícil."

Mais Notícias