De mãos atadas

Flor do Caribe: Passado de Dom Rafael vem à tona e bandido enfrenta seu pior inimigo

Duque volta para o Caribe, revela segredo e ameaça mafioso

Flor do Caribe: Passado de Dom Rafael vem à tona e bandido enfrenta seu pior inimigo
Duque cobra dívida de Dom Rafael em Flor do Caribe - Reprodução/TV Globo

Taty Bruzzi

Publicado em 17/10/2020 às 11:25:00

Nos próximos capítulos de Flor do Caribe, Duque (Jean Pierre Noher) vai ao Caribe salvar Cassiano (Henri Castelli) que caiu em mais uma armadilha de Alberto (Igor Rickli) e foi parar de novo nas mãos de Dom Rafael (César Troncoso). O plano dá certo, mas ao invés de voltar para o Brasil com o amigo, o falsário fica para cobrar dívida do mafioso e obrigá-lo a inocentar o ex-oficial da aeronáutica.   

Disposto a separar Ester (Grazi Massafera) do piloto, o vilão se une mais uma vez ao bandido caribenho e consegue que o galã seja preso e levado para a antiga masmorra, na Guatemala.

Quando descobrem o que aconteceu com o irmão de Taís (Débora Nascimento), os tenentes Amadeu (Dudu Azevedo), Rodrigo (Thiago Martins), Ciro (Max Fercondini), e Isabel (Thaíssa Carvalho) vão resgatar o amigo.

Duque viaja com o quarteto, mas chegando lá entrega um mapa da região e se nega a acompanhá-los até a mina de Dom Rafael. O grupo consegue tirar Cassiano da masmorra e voltam para o Brasil sem o falsário.

O golpista aparece de surpresa na casa do pai de Cristal (Moro Anghileri) e o provoca. Ele acusa o bandido de tê-lo enganado no passado, quando eram sócios, e diz que está ali para cobrar uma dívida. Confira!

Em Flor do Caribe, Duque faz ameaças e Dom Rafael fica na mão de falsário

Na novela Flor do Caribe, Duque faz visita surpresa a Dom Rafael e coloca mafioso contra parede. O amigo de Cassiano espera o piloto ser salvo pelos tenentes da aeronáutica para colocar as cartas na mesa. Com o galã em segurança, ele bate na porta do bandido e cobra dívida do passado. O comparsa de Alberto ainda tenta reagir, mas acaba cercado pelos presos que foram libertados da masmorra e cede.

“Então, Rafael? Não vai dar boas vindas ao seu antigo sócio?”, dispara, Duque. "Espera o que pra atirar? Vai desperdiçar esse alvo aqui, tão fácil de acertar?", provoca o falsário.

"Era o que pretendia fazer, lá atrás quando rompeu nossa sociedade... Mas não teve culhões pra apertar o gatilho, preferiu me trancar em tua cadeia particular. Pois faça agora, Rafael”, se recorda o amigo de Cassiano.

Sem ação, Dom Rafael escuta, calado. “Verdade que nunca atirou em ninguém, nunca matou. Ao menos não pessoalmente. Mas para tudo tem uma primeira vez. Se está com gana, atire! E depois se entenda com meus amigos, os amigos do Duque de Challans”, diz enquanto aponta para a janela.

O bandido olha e reconhece parte dos presos que fugiram da masmorra com pedaços de pau nas mãos, e desiste de atacar o inimigo que continua a dialogar com ar de deboche.

“Entonces, Rafaelito? Está disposto a negociar?”, pergunta, Duque. O traficante de diamantes pergunta o que ele quer e o amigo de Cassiano sugere que os dois conversem em um lugar mais reservado.

A sequência mostra o falsário questionando Dom Rafael que lhe entrega uma bandeja de diamantes. “Seguro que são diamantes mesmo? Porque tem um amigo seu, lá no Brasil, que trocou diamantes por cristais de sal. Espero que não tenha aderido a essa moda. Porque falsificar coisas é muito feio, Rafaelito, muito feio!”, alfineta.

De repente, ele sinaliza para os ex-presos irem ao seu encontro. “Adelante, amigos! Dom Rafael faz questão de pagar por tanto trabalho que prestaram durante anos nas minas dele”, avisa, Duque.

O estelionatário começa a distribuir as pedras enquanto Dom Rafael assiste a tudo calado. Depois que o último homem é liberado, ele volta a provocar o mafioso. “E então? Está feliz, Rafael? Eu também! Nada como fazer justiça. Mas confesso que estou um pouco cansado. O quarto de hóspedes ainda fica no mesmo lugar?", quer saber o amigo do piloto.

“Quando eu acordar, nós conversamos”, promete, Duque. “Você também devia dormir um pouco, Rafael, foi uma noite muito longa”, aconselha o avô de Amaralina (Stephany Brito).

Tomado de raiva, o marido de Amparo (Martha Nietto) ainda pensa em mandar seus capangas darem um jeito no ex-sócio, mas volta atrás por medo de ser denunciado pelos tenentes por trabalho escravo para a polícia brasileira.

Duque não só conseguirá neutralizar Dom Rafael como, também, vai obrigá-lo a ir com ele para o Brasil confessar tudo o que Alberto fez para prejudicar Cassiano, inocento o ex-piloto de caça. A cena vai ao ar em breve na novela das seis.


Fique por dentro dos próximos capítulos de Flor do Caribe e outras produções acessando o canal de Novelas do NaTelinha.

Quer saber mais? Confira o resumo semanal da novela Flor do Caribe de 12/10/2020 a 17/10/2020


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!