Reportar erro
Reta final

Rivalidade, saída do armário e demissão: A Dona do Pedaço por trás das câmeras

Os bastidores da novela agitaram os noticiários de TV e celebridades

Arte Retrospectiva A Dona do Pedaço
No ar desde 20 de maio, A Dona do Pedaço vem dando o que falar - Arte: NaTelinha
Naian Lucas

Publicado em 12/11/2019 às 05:23:00

A Dona do Pedaço é um grande sucesso e as tramas escritas por Walcyr Carrasco estão chamando atenção dos telespectadores nesta reta final. Mas a novela não repercutiu apenas na telinha, já que seus bastidores foram movimentados.

Ao longo dos seis meses em que a trama esteve no ar, aconteceram todos os tipos de polêmicas que agitaram os noticiários das celebridades e televisão.

O NaTelinha resolveu relembrar quais histórias que você não viu em A Dona do Pedaço, mas movimentou os bastidores da produção atrás das câmeras

Confira:

Reclamação de Laura Cardoso

Rivalidade, saída do armário e demissão: A Dona do Pedaço por trás das câmeras

Laura Cardoso foi dada como nome certo em A Dona do Pedaço e as primeiras informações sobre sua personagem era que ela faria uma moradora de rua, mãe do personagem de Marco Nanini.

Mas, antes de estrear, a Globo confirmou Betty Faria no papel e explicou que Laura nunca esteve confirmada para fazer parte do elenco da novela de Walcyr Carrasco, fato desmentido pela atriz em julho.

“Eu recebi o convite pra fazer a novela. Não sei, de repente eles acharam que o papel ia me cansar, me esgotar. Eu não gostei. Eu queria fazer”, contou ela em entrevista ao programa A Tarde é Sua. “Fizeram para o bem, para poupar o ator, a atriz... Mas acho que o ator não gosta de ser poupado. O artista quer trabalhar, quer fazer um papel, um personagem”, acrescentou.

Pouco tempo depois, Laura recebeu um novo convite para interpretar a personagem Matilde, avó de Joana (Bruna Hamú), dada como possível filha roubada de Maria da Paz (Juliana Paes).

Demissão

Rivalidade, saída do armário e demissão: A Dona do Pedaço por trás das câmeras

A gafe ocorrida no capítulo 105 de A Dona do Pedaço, em torno de uma ação de merchandising de um aplicativo de delivery protagonizada pela descolada Kim (Monica Iozzi), incomodou o patrocinador da novela e gerou demissão no setor responsável pelo marketing da Globo em outubro.

O NaTelinha apurou que o patrocinador teria reclamado aos responsáveis pela área comercial da Globo sobre a gafe exibida em A Dona do Pedaço. De acordo com fontes ouvidas, o iFood estaria canalizando boa parte dos seus investimentos em publicidade no produto de maior audiência da televisão, com o intuito de popularizar sua plataforma e quebrar um hábito de consumo: a solicitação do serviço de delivery via telefone.

Com a cena exibida de Kim, a Globo reforçou um hábito que contraria os interesses do seu patrocinador. No início de outubro, alguns funcionários do setor responsável pelo merchan na dramaturgia foram demitidos. Dentro da emissora, a atitude foi encarada como consequência do erro exibido em A Dona do Pedaço.

Em nota, a Globo negou as informações dadas em primeira mão pelo NaTelinha, que repercutiu em outros veículos de comunicação.

Juliana Paes x Paolla Oliveira

Rivalidade, saída do armário e demissão: A Dona do Pedaço por trás das câmeras

Juliana Paes fez muito sucesso com Bibi Perigosa, em A Força do Querer, e muitos especialistas a consideraram a melhor atriz de 2017. Entretanto, a atriz perdeu o prêmio Melhores do Ano, do Faustão, para Paolla Oliveira, que também esteve na novela de Glória Perez, interpretando a policial Jeiza.

Juliana não recebeu a notícia muito bem e escreveu um textão lamentando o fato de ter ficado sem o título. Paolla até tentou amenizar a situação, afirmando que as duas eram ganhadoras, só que o climão estava feito.

Com as duas em A Dona do Pedaço, foi cogitado que elas se evitariam, mas passou longe de acontecer. Elas postaram fotos juntas, afastando qualquer indício de clima ruim e seguiram contracenando lado a lado na novela de Walcyr Carrasco.

“Li outro dia essas fofocas, é impressionante como um sucesso avassalador abre brechas pra fofoca. Eu acho até divertido por um lado. Quando não há sucesso, não há fofoca. Quando há fofoca é um sucesso estrondoso, então, que venham as fofocas”, declarou Juliana em setembro para o Uol.

“A gente consegue não falar de trabalho. Acho que existe até um pacto sobre não falar de trabalho. A gente passa um tempão juntos, mas agora a gente vai se cruzar mais”, comentou Paolla em outubro ao TV Fama.

Paolla Oliveira e Sérgio Guizé

Rivalidade, saída do armário e demissão: A Dona do Pedaço por trás das câmeras

Falando em Paolla Oliveira, sua personagem fez muito sucesso comercial e também com o público, principalmente pela química de Vivi Guedes com Chiclete. Sérgio Guizé, seu parceiro de cenas quentes, foi apontado como affair da atriz, só que existia um problema: ele é namorado da atriz Bianca Bin.

Como a notícia de um possível relacionamento entre Paolla e Guizé cresceu, eles resolveram se pronunciar e afastar qualquer mal-entendido. “Fico com dó de quem precisa fazer esse tipo de coisa para sobreviver e de quem consome isso”, falou Sérgio, relatando ao jornal Extra que entrou na Justiça contra quem propagou a informação. “Fico indignado de ganharem dinheiro com a minha imagem. Processei algumas pessoas, só para elas não enganarem o próprio público”.

Bianca Bin também elogiou o trabalho deles e pediu para que seus fãs não alimentassem uma “guerra” entre mulheres. “Torço pelo meu parceiro. A felicidade dele é a minha. Esse é nosso ofício. Pode ser difícil para um não-ator entender certas coisas, não julgo. Mas plantar competição entre mulheres e desconfiança é tão cafona”, declarou.

Saída de Bianca Bin

Rivalidade, saída do armário e demissão: A Dona do Pedaço por trás das câmeras

Bianca Bin, por sinal, foi cogitada em A Dona do Pedaço, mas ela teria recusado o papel. Veículos de comunicação apontaram que a artista não queria contracenar com o namorado e Nathalia Dill, ex-namorada de Guizé.

Há quem diga que o fato incomodou a direção da Globo e ambas as partes optaram por não renovar o vínculo. Porém, a atriz revelou que trabalhará por obra na emissora, inclusive estava escalada para ter um dos papéis de destaque da supersérie O Selvagem da Ópera, que acabou sendo suspensa para se transformar numa novela das seis.

Reynaldo Gianecchini bissexual

Rivalidade, saída do armário e demissão: A Dona do Pedaço por trás das câmeras

Reynaldo Gianecchini voltava ao horário das nove depois de ter protagonizado A Lei do Amor. Ele teria papel de destaque, participando do triângulo amoroso entre Régis – seu personagem – Amadeu (Marcos Palmeira) e Maria da Paz (Juliana Paz).

Gianecchini, desde que terminou seu casamento com Marília Gabriela, manteve sua vida pessoal discreta e nunca falou sobre sua sexualidade, apesar de boatos apontaram que ele mantinha relações homoafetivas.

Em setembro, o ator declarou que já ficou com outros homens, mas não se considera homossexual, porque gosta de ter relacionamento com todos os tipos de pessoas. A maioria das pessoas opinou sobre o assunto e identificaram que o ator seria bissexual.

“Já tive, sim, romances com homens e acho que é esse o momento de dizer isso. Mas nunca me senti obrigado a empunhar bandeira de homossexualidade. O desejo para mim não passa pelo gênero e nem pela idade”, confessou Gianecchini.

Glamour Garcia

Rivalidade, saída do armário e demissão: A Dona do Pedaço por trás das câmeras

Glamour Garcia foi anunciada como uma das atrizes de A Dona do Pedaço e isso já causou polêmica. Transexual, ela ganhou a responsabilidade interpretar a secretária de Maria da Paz e ser irmã de Rock (Caio Castro).

Apesar da polêmica, a sua personagem caiu na graça do público e ela chegou a falar sobre o preconceito que viveu ao longo da carreira no Encontro.

“Sofri sim, bastante. Mas acho que a minha própria personalidade e, obviamente a criação dos meus próprios pais, fez com que eu perseverasse. Essa temática, eu reflito muito sobre ela, porque muita gente diz que antigamente não existia essa palavra bullying. A gente tem que lembrar que bullying é um conjunto de ações que acabam culminando em violências sistemáticas”, contou em setembro.

Mais Notícias