Reportar erro
Demitido da Globo

Em primeira entrevista, William Waack pede desculpas após comentário e diz: "fui um idiota"

Jornalista se envolveu em polêmica após declaração considerada racista

waackwilliam_a89878dd9f554b2b5d41803c516301d4d7d0d8b7.jpeg
Divulgação
Redação NT

Publicado em 16/01/2018 às 16:17:39

William Waack foi desligado da Globo no final de dezembro após declaração considerada racista que vazou na web. Em sua primeira entrevista após a demissão, para a revista Veja, o jornalista voltou a falar sobre o assunto, depois de publicar artigo no jornal Folha de S.Paulo.

"Entre amigos, quem não fala merda? Fui um idiota. Eu acho que preciso reconhecer que me faltou sensibilidade que uma bobagem poderia ter um alcance muito grande", declarou o jornalista.

Waack pediu desculpas pelo comentário e garante que não tinha intenção de ofender ninguém: "Novamente eu peço desculpas com toda a sinceridade. Eu não tinha intenção alguma de ofender ninguém".

"Eu sou um brasileiro normal, falo bobagem entre amigos, sem que eu esteja acreditando naquelas bobagens que eu estou dizendo", concluiu.

O caso

Dois ex-funcionários da Globo vazaram em novembro último um vídeo feito nos bastidores de uma edição especial do "Jornal da Globo", em frente à Casa Branca, em Washington, sobre as eleições presidenciais americanas em 2016.

Em dado momento, um carro começa a buzinar na rua, irritando William Waack. "Tá buzinando por que, seu merda do cacete? Não vou nem falar, porque eu sei quem é", disparou ele, para depois cochichar ao comentarista que estava do seu lado: "É preto. É coisa de preto!".

Internautas se revoltaram com a fala do jornalista e desde então vinham pedindo sua demissão. Inicialmente, ele foi afastado pela Globo, até seu desligamento oficial no dia 22 de dezembro.

Sua substituta no "Jornal da Globo" é Renata Lo Prete.