Segunda Intenções

Em crise, HBO suspende produção de sua primeira novela no Brasil

Plataforma de streaming atualizou status de produção de Segundas Intenções em comunicado enviado à imprensa


Camila Pitanga em foto de divulgação; atriz está com camisa branca e cabelos soltos
Camila Pitanga em foto de divulgação: atriz é a protagonista de Segunda Intenções - Foto: Reprodução
Por Daniele Amorim

Publicado em 08/07/2022 às 20:01:00,
atualizado em 08/07/2022 às 20:02:05

Após a revista Variety divulgar que a Warner Bros. Discovery tem planos de reduzir seus custos de produção em três bilhões de dólares, a HBO Max anunciou a suspensão da produção da sua primeira novela no Brasil. Escrita por Raphael Montes e protagonizada por Camila Pitanga, Segundas Intenções deveria estrear em 2023. No entanto, a plataforma de streaming explicou em nota que os trabalhos foram paralisados nesta sexta-feira (8) e não tem previsão de retorno. 

"Como parte das reformulações relacionadas ao processo de fusão da Warner Bros. Discovery, a companhia decidiu adiar a produção para HBO Max de Segundas Intenções (título provisório) para um novo cronograma ainda a ser definido", disse parte da nota enviada à imprensa.

O texto ainda explicou que a ideia do projeto é terminar o desenvolvimento do textos até o final, com 40 capítulos "e, no momento adequado, a produção será retomada. Esta decisão é pontual. Não é uma decisão de abandonar a estratégia de novelas, apenas nos permite ampliar o tempo necessário para nos ajustarmos às novas diretrizes da companhia", finalizou o comunicado. Atualmente, o ex-novelista da Globo, Silvio Abreu, é que está responsável pela setor de telesséries da companhia. 

imagem-texto

HBO Max já paralisou produções na Europa 

Recentemente, a plataforma cancelou a produção de títulos originais que aconteciam nos países nórdicos e se livrou de alguns conteúdos que estão disponíveis no aplicativo para diminuir os valores de licenciamento.

A empresa se pronunciou sobre o tema na época e enviou uma nota à Variety em que explica a decisão dos cortes. "À medida que continuamos a trabalhar na combinação do HBO Max e do Discovery+ em um serviço global de streaming que mostra a amplitude do conteúdo da Warner Bros. Discovery, estamos revisando nossa proposta de conteúdo atual nos serviços existentes. Como parte desse processo, decidimos remover uma quantidade limitada de programação original do HBO Max, além de encerrar nossos esforços de programação original nos países nórdicos e na Europa Central. Também interrompemos nossas atividades de desenvolvimento nos novos territórios da Holanda e da Turquia, que começaram no ano passado", concluiu. 

Inclusive, no mesmo texto da Variey, a revista tinha publicado que essas ações estavam previstas para acontecer em outros mercados que a HBO Max atua, como a América Latina e os Estados Unidos. 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias