Reportar erro
Há 14 anos

Camila Pitanga lembra Bebel de Paraíso Tropical: "Deu valor à condição da prostituição"

Novela volta ao ar na próxima segunda-feira (5), no canal Viva

Camila Pitanga como Bebel em cena da novela Paraíso Tropical, que será reprisada no canal Viva
Camila Pitanga fez sucesso e recebeu prêmio pelo desempenho como a prostituta Bebel, de Paraíso Tropical (2007) - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 03/07/2021 às 15:59:00

Paraíso Tropical volta ao ar pelo canal Viva nesta segunda-feira (5). Exibida em 2007, a trama teve como principal destaque o casal de trapaceiros Bebel e Olavo, vividos por Camila Pitanga e Wagner Moura. Em entrevista, a atriz relembrou o sucesso da personagem, uma prostituta arrivista, lembrada até hoje nas redes sociais por conta de vários memes - como a frase "Que boa ideia este casamento primaveril em pleno outono!".

“Acho que a escrita do Gilberto Braga e do Ricardo Linhares [autores de Paraíso Tropical] deu valor à condição da prostituição. Aquela coisa social mesmo, da mulher no calçadão que é explorada pelo cafetão. A luta pela sobrevivência”, comentou Camila Pitanga em entrevista ao site da colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Para a atriz, os novelistas humanizaram a personagem. “Colocaram a Bebel num lugar que acaba sendo parecido com o de muita gente. Independentemente da profissão, a pessoa está lutando para viver, para ter uma toalha gostosa e uma casa acolhedora e comer bem. Então, antes de entrar na comédia romântica, teve esse processo de humanização da personagem. Deu para compreender com mais respeito essa profissão.”

Ela conta que se baseou em travestis para viver a icônica garota de programa. “Na época, eu vi um documentário sobre travestis que foi superimportante para a pesquisa. Acho que travestis têm uma afirmação. Me baseei muito nelas. A Bebel tinha uma coisa de ‘se eu sou puta, sou piranha, vou ser a melhor piranha do calçadão’”, definiu.

Nunca reprisada, Paraíso Tropical volta ao ar após 14 anos

imagem-texto

De volta à TV após 14 anos, Paraíso Tropical conta a história das gêmeas Paula e Taís, interpretadas por Alessandra Negrini, que têm personalidades opostas. O elenco tem ainda Tony Ramos, Gloria Pires, Fabio Assunção, Vera Holtz, Bruno Gagliasso, Maria Fernanda Cândido, entre outros grandes nomes.

O Viva também escalou Sonho Meu (1993) para substituir Era uma Vez... (1998) a partir de 12 de julho. Já Locomotivas (1977) virá no lugar de O Salvador da Pátria (1989), em novembro, conforme programação inicial. Em março de 2022, será a vez de O Beijo do Vampiro (2002) entrar em cartaz.



Mais Notícias