Reportar
erro
Vale a pena?

7 razões para se decidir ou não pela assinatura da Netflix

Netflix é a opção mais cara dos streamings; confira motivos para cancelar ou dar um tempo


Logo da Netflix em fachada em Los Angeles
Preço, facilidade e muitas opções: por que cancelar a Netflix? - Foto: Divulgação
Por Thiago Forato

Publicado em 23/04/2022 às 11:07:00,
atualizado em 23/04/2022 às 14:47:29

Com cerca de 221,6 milhões de assinantes no mundo todo, a Netflix, pela primeira vez em sua história registrou queda no número de usuários. Foram 200 mil assinaturas a menos neste primeiro trimestre de 2022, abaixo de suas projeções que apontavam que ela teria 2,5 milhões de clientes novo. Dito isso, vale a pena continuar com a assinatura?

Tábua de salvação nos últimos anos por reunir preços atrativos e uma infinidade de conteúdo, hoje a plataforma de streaming mais popular do mundo tem dezenas de concorrentes por um preço menor.

Preço este que saltou de R$ 29,90 em 2017 para R$ 55,90 em 2021, um aumento de 87%. A inflação no período foi de 20,26%, de acordo com a calculadora do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo). Corrigindo este valor apenas acompanhado da inflação, a assinatura ficaria pelo valor de R$ 35,96. Por isso, confira esses e outros motivos para cancelar de vez a Netflix:

É fácil cancelar

Se em tempos de TV a cabo tínhamos que esperar horas ou até dias para conseguir cancelar uma assinatura, na Netflix a situação é bastante diferente. Sem burocracia, basta um botão para dar um tempo. Sem fidelidade, taxa de cancelamento ou rescisão, desistir da assinatura não podia ser mais fácil. Não há malabarismos.

Caso queira voltar...

... basta assinar novamente sem burocracia. Como cancelar é fácil, voltar a assinar é igualmente sem dificuldade. Apenas alguns cliques te separam de uma retomada caso você sinta falta dos programas, realities, séries e filmes do streaming.

Os sucessos continuam na Netflix

imagem-texto

As grandes séries e filmes da plataforma agora são praticamente produtos originais. Não é necessário devorar o conteúdo rapidamente com medo de que eles saiam do catálogo. Ao não ser que a empresa saia de operação no Brasil ou vá a falência, não há riscos de séries como Bom Dia Verônica ou Cidade Invisível, para citar somente as brasileiras, de saírem de lá. Pode cancelar, dar meses ou até anos e regressar quando quiser. Tudo continuará lá, juntamente com novas levas de episódios.

Preço em alta

imagem-texto

O valor praticado pela Netflix é bastante superior das concorrentes. Sem a facilidade de estar em combos, a plataforma custa R$ 670,8 por ano, mais da metade de um salário mínimo no Brasil. Se você assina outros serviços, pode revezar mensalmente e utilizar uma estratégia como essa para não desembolsar um valor tão significativa quanto.

Muitos concorrentes

imagem-texto

Nos últimos anos, surgiram muitos concorrentes de peso. Assinar uma combinação de Disney+, Star+, Amazon Prime Video, Apple TV+ e HBO Max ainda pode custar menos que a Netflix fazendo algumas combinações. Isso se você precisa de todos eles. Caso não abra mão do streaming, tente dar uma chance às novas opções.

Se "desintoxicar"

Tudo em excesso faz mal. Sem querer ditar regras, mas é verdade que um período de "desintoxicação" pode fazer bem por variados motivos, desde melhorar sua produtividade até começar a fazer outras atividades cujo tempo é tomado pela tecnologia.

Custo/benefício

Há também uma nova opção: muitos podem constatar que não assistem tanto a Netflix. Dependendo do seu nível de interesse e quanto tempo você passou vendo a plataforma nos últimos tempos - e há como checar -, talvez seja melhor repensar a assinatura. Aqui vale a máxima de ser honesto consigo mesmo.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias