Reportar
erro
Exclusivo

Hora do Faro sofre fuga de marcas e Record entra em alerta com queda no faturamento

Record tem dificuldades para atingir meta estipulada


Rodrigo Faro no Vai dar Namoro de domingo (17) com olhar apreensivo
Rodrigo Faro em seu programa no Vai dar Namoro de domingo (17); apresentador já teve mais merchandisings - Foto: Reprodução/Record TV
Por Thiago Forato, com Sandro Nascimento

Publicado em 19/04/2022 às 04:45:00,
atualizado em 19/04/2022 às 11:49:49

Depois de tirar Walter Zagari do departamento comercial em dezembro do ano passado, a Record faturou pouco menos da metade do previsto para o mês de março, apurou o NaTelinha com fontes do alto escalão da emissora. Os números obtidos pela reportagem apontam que ela conseguiu concluir apenas 48% da meta estipulada. Essa queda pode ser notada no programa do Rodrigo Faro, que já chegou a ter oito ações de merchandising e agora sofre para ter apenas um. A Record nega a informação e diz que faturou 18% a mais do que o mesmo período do ano passado.

O fato gerou um sinal de alerta na Record. Existe uma forte pressão para a nova equipe comercial reverter esse cenário desde já, principalmente com o embalo de realities no próximo mês. A expectativa é fazer com que o panorama se transforme com a ajuda da trinca Power Couple Brasil, Ilha Record e A Fazenda no horário nobre.

Pessoas ouvidas pelo NaTelinha acreditam que os números aquém do esperado sejam fruto da concorrência da internet e do primeiro trimestre, quando geralmente as TVs apresentam um faturamento mais baixo. Algumas empresas vêm preferindo apostar no digital e em plataformas como o Google; em alguns casos, é possível performar melhor investindo uma quantia substancialmente inferior.

Rodrigo Faro sofre com falta de merchandising

imagem-texto

O Hora do Faro, que vem tentando lançar novidades para retomar a vice-liderança no Ibope, teve apenas um merchandising - com depoimento - de uma clínica dentária nos últimos dois programas (10 e 17 de abril), já posteriores à final do Campeonato Paulista e Carioca e com quatro horas de duração.

As duas edições assistidas na íntegra pela reportagem denotam uma baixa de Faro no comercial. O apresentador já chegou a acumular oito ações por programa. Em março (nota abaixo), a emissora diz que ele fez 16. Apresentadores do SBT, Celso Portiolli e Eliana, por exemplo, são campeões de merchandising e tem até filas de anunciantes. 

Em nota, a Record nega as informações. "A meta de março de 2022 é 17% maior do que o mesmo período do ano anterior e ainda assim, superamos o objetivo em 1%", diz Alarico Naves, superintendente comercial multiplataforma do Grupo.

Com relação ao Hora do Faro, o executivo utiliza outro recorte e afirma que foram realizadas 16 ações de merchandising no mês de março, mantendo o programa dentro do faturamento esperado.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias