Reportar erro
Reformulação

Disney anuncia nova marca para substituir canais Fox no Brasil

Substituição aos canais Fox vão ocorrer em 2021

Os Simpsons na frente da TV
Os Simpsons: um dos carros-chefes da Fox, continua no Star
Redação NT

Publicado em 18/12/2020 às 10:07:54

A Disney anunciou nessa quinta-feira (17), em comunicado oficial, que lançará a marca Star em 2021 para definir sua oferta de entretenimento geral. Atualmente conhecida como Fox para o público da América Latina, a nova marca visa diferenciar os públicos. O Star será mais dirigido a homens e mulheres de 18 a 49 anos de idade.

"Star chegará à América Latina para continuar oferecendo o melhor conteúdo de entretenimento geral dos canais lineares FOX que, a partir de fevereiro, mudarão de nome para Star. Desta forma, Star dará continuidade ao legado de sucesso da Fox, já consolidado por muitos anos, e também adicionará outras inovações relevantes. The Walt Disney Company Latin America, portanto, confirma sua missão de atingir todos os segmentos e públicos com conteúdo relevante em toda a gama de entretenimento audiovisual", comentou Diego Lerner, presidente da The Walt Disney Company Latin America.

A partir de fevereiro de 2021, os canais de entretenimento da Fox, então, serão relançados com novo nome e identidade visual. São eles:

- Fox Channel será Star Channel

- Fox Life será Star Life

- Fox Premium 1 será Star Hits

- Fox Premium 2 será Star Hits 2

- FX permanecerá com o mesmo nome

Segundo a Disney, os canais Star continuarão com o legado da Fox. De acordo com a empresa, a nova marca quer continuar sendo referência de filmes e séries como Os Simpsons, The Walking Dead e This is Us.

Em breve, a Casa do Mickey promete que dará mais informações sobre o Star+, novo serviço de streaming de entretenimento geral para o público da América Latina, que será lançado em meados de 2021.

Vale lembrar que a Disney adquiriu em 2019 a 21st Century Fox, divisão de entretenimento da Fox, pelo valor de US$ 71,3 bilhões. Desde então, vem fazendo uma série de reformulações em todas as empresas adquiridas.

TAGS:
Mais Notícias