Reportar erro
Multifacetado

Em recomeço após deixar a TV, Miguel Falabella negocia com o Disney+

Miguel Falabella deixou a Globo após quase 40 anos

Miguel Falabella sorrindo de bigode
Miguel Falabella já tem animação exibida pela Disney - Reprodução/Instagram
Redação NT

Publicado em 26/11/2020 às 10:57:22

Miguel Falabella, depois de não ter seu contrato renovado com a Globo, está negociando dois novos projetos com o Disney+, segundo o jornal O Globo desta quinta-feira (26). A animação do autor, O Mundo de Charlotte, vai ao ar no Disney Junior e no streaming. Ele também virou curador da Hypera Pharma, de projetos digitais.

Na sua primeira entrevista fora da Globo, no Mundo Pós-Pandemia, da CNN Brasil, exibido em agosto, Falabella relatou que sai diferente da emissora. Ele era contratado desde 1981. "Foram quase 40 anos, toda uma vida. Mas é vida que segue", declarou ele no dia de sua saída.

Além do Disney+, conforme antecipado pelo NaTelinha, o ator e roteirista também estava na mira da Netflix para uma série de comédia na favela. Atualmente, Miguel Falabella está isolado recuperando-se da Covid-19.

A saída de Miguel Falabella da Globo

Em julho do ano passado, Silvio de Abreu barrou a sinopse de novela que Miguel apresentou ao Fórum de Dramaturgia e chegou a avisar que não tinha a intenção de aprovar uma nova temporada de Eu, a Vó e a Boi (2019), o que se confirmou meses depois.

Na época, a notícia pegou todos de surpresa, uma vez que a primeira leva de episódios ainda estava em processo de gravação.  Isso foi contra a ideia de Miguel, que pretendia escrever várias temporadas da história que é baseada numa thread do Twitter. 

Fontes próximas à dramaturgia da Globo acreditam que a decisão ocorreu porque  a série não ter sido aprovada por Silvio de Abreu, mas por Glória Perez, e que ele quer ter, inclusive no Globoplay, apenas produções que passaram por seu crivo. Como a experiente novelista não está mais à frente na gestão de novos projetos na área, tudo que foi aprovado por ela foi sendo reavaliado.

O caldo entornou de vez no começo de julho de 2019, quando o dramaturgo e ator apresentou uma sinopse para as 19h. A história acabou sendo reprovada pelo diretor, o que levou a um forte estranhamento entre os dois durante uma reunião na alta cúpula da emissora.

Na ocasião, a Comunicação da Globo disse que não houve nenhuma discussão entre Silvio de Abreu e Miguel Falabella e que a informação não procedia. O roteirista também negou a briga e ironizou. "Adoro o Silvio de Abreu, tenho a maior admiração, nunca briguei com ele na minha vida. É falta do que fazer, falta de uma faxina, de uma cozinha para lavar, uma roupa, um tanque e um salário melhor, obviamente", comentou.

Mais Notícias