Reportar erro
Problemas

A vida real da vilã de Quando me Apaixono: Intrigas, acusações e polêmicas

Rocío Banquells foi acusada de desvio de dinheiro e confusão em hotel

Cena de Quando me Apaixono com Rocío Banquells
Rocío Banquells arma confusão não apenas em Quando me Apaixono - Foto: Divulgação
Redação NT

Publicado em 26/11/2020 às 06:44:00

Rocío Banquells está ganhando muito destaque no Brasil por conta da exibição de Quando me Apaixono nas tardes do SBT. Na pele da pérfida Josefina, ela tem infernizado a vida de Renata (Silvia Navarro) e até da própria filha Roberta (Jéssica Coch). Mas na vida real, a atriz também tem uma vida bastante polêmica, com direito a acusação de ser proibida de frequentar um hotel nos EUA e ser persona non grata nas duas principais TVs latinas do país, a Univisión e a Telemundo, além de ter sido acusada de desvio financeiro.

Embora Rocío já tenha se defendido de diversas acusações que recebeu de Alfredo Adame, de quem foi cunhada por alguns anos, parte da imprensa mexicana repercutiu que algumas informações cedidas por ele poderiam ser consideradas verdadeiras, como o fato de que a atriz teria voltado a atuar exclusivamente no México porque não conseguia mais nenhum trabalho nos EUA.

Como se sabe, muitos atores de novelas mexicanas conseguem espaço na América graças às produções voltadas para o público latino e feitas pela Telemundo ou pela Univisión. Isso costuma ser a porta de entrada para outros trabalhos em Hollywood, como foi o caso do galã Willian Levy, que também está no ar atualmente no SBT com Triunfo do Amor.

Mas Rocío não emplacou sequência de trabalhos no país e teve de voltar para o México, onde passou a concentrar sua carreira nas novelas. Segundo Adame isso teria acontecido porque ela virou persona non grata nas duas emissoras latinas dos EUA porque ela supostamente seria responsável pelo desvio de 5 mil dólares e passado todos para trás.

A vida real da vilã de Quando me Apaixono: Intrigas, acusações e polêmicas

Segundo a denúncia, Rocío foi convidada para viajar aos EUA a trabalho e solicitou que enviassem a ela a quantia em dinheiro para a compra de passagens, já que no México ela conseguiria adquirir por preços mais em conta do que se os canais comprassem os bilhetes. Antes, porém, de efetuar o pagamento, ela teria pedido novo depósito alegando que foi assaltada quando iria garantir a compra. O caso não pegou bem, segundo Alfredo, e ele garantiu que por conta disso ela perdeu a chance de voltar a desenvolver trabalhos no país.

Vilã de Quando me Apaixono não pode se hospedar em hotel

E para piorar a situação, Alfredo Adame fez questão de dizer que não são apenas os canais latinos que parecem não querer saber de Rocío Banquells na terra de Joe Biden. A atriz também estaria proibida de pisar em um hotel, onde ficou hospedada quando prestava trabalho para as emissoras latinas de lá. Isso porque a passagem dela foi sinônimo de muita confusão.

Sem dar grandes detalhes do caso, Adame explicou que a rival teria saído do hotel no meio da noite para comprar algumas "coisinhas" e a confusão teria começado ali, já que ela fez algo proibido e ainda utilizou essas "coisinhas" no quarto enquanto estava hospedada. "Não a queremos aqui", teriam dito os representantes do estabelecimento, na versão contada pelo desafeto da atriz.

Rocío insiste que tudo o que ele conta sobre ela não passa de intriga e fofoca porque, por alguma razão, ele quer destruir sua carreira, já que a odeia. A vilã de Quando me Apaixono, no entanto, não dá maiores explicações sobre qual seria a motivação para esta briga e também não comenta sobre as polêmicas ocorridas durante sua passagem nos EUA.

Mais Notícias
Outros Famosos