Reportar erro
Desabafo

Filha de Fafá de Belém revela abuso e que só contou para a mãe 33 anos depois: "Grotesco"

Mariana deu detalhes de como tudo aconteceu

Mariana e Fafá de Belém
Mariana e Fafá de Belém - Foto: Montagem/Reprodução
Redação NT

Publicado em 25/11/2020 às 17:02:46

Nesta quarta-feira (25), Mariana, filha de Fafá de Belém, usou seu perfil do Instagram para desabafar com os seguidores e revelou que foi vítima de abuso quando ainda era uma criança de 7 anos, e que só agora durante a quarentena que decidiu contar detalhes para a mãe, 33 anos depois.

Com uma foto em preto-e-branco e divulgando um livro onde fala sobre o tema, a influencer destacou a parceria que tem com Fafá e iniciou a falar sobre o abuso. "Minha mãe sempre foi minha parceira, minha confidente. Sempre fomos parceiras de vida, desde sempre. E mesmo assim levei 17 anos para contar que sofri abuso aos 7 anos e que só por um milagre não fui ainda mais violentada (e foi assim que eu aprendi o que seria ter FÉ pela vida toda)", iniciou.

Depois, se aprofundou na situação, falando da fuga e o tempo que demorou para contar para a mãe famosa. "Algo me fez correr porque achei errado um homem que deveria cuidar de mim estar passando a mão dentro do meu biquíni, colocando a minha mão no pênis dele e pedindo para eu 'dar beijo' naquela parte do corpo dele. Algo fez minha mãe chegar enquanto eu corria dele. Algo ali me salvou de algo pior. Levei 17 anos para contar por alto. E esses detalhes grotescos acima eu só contei quando moramos juntas durante essa pandemia (33 anos depois do ocorrido)", escreveu.

Filha de Fafá de Belém relembra abuso

Com o intuito de mostrar o quanto esse tipo de situação marca uma vítima, ela deu detalhes sobre o local e ainda a luta para lidar com os traumas já na fase adulta.

"Eu lembro do quarto, eu lembro da casa, eu lembro do exato momento em que minha mãe entrou na casa, eu lembro de detalhes, das frases. Trabalhei isso ao longo da vida, com psicopedagoga, lendo sobre e, a não ser por anos respondendo raivosa e xingando homens que mexiam comigo na rua (e isso foi trabalhado depois de adulta), consegui não viver com traumas maiores. Mas nunca esqueci", continuou.

Por fim, ela refletiu sobre quantas mulheres que passaram por algo semelhante e não conseguiram fugir, e sobre a importância de falar sobre isso como forma de proteção. "Quantas meninas, quantas mulheres não conseguiram correr? Quantas meninas acreditaram nos amigos dos pais, em familiares e tiveram sua confiança quebrada e seu corpo violado? Precisamos sim falar sobre Abuso. Precisamos ler e proteger nossos filhos, amigos...", legendou.

Recentemente muitas famosas também decidiram abordar o tema, como é o caso de Xuxa Meneghel, que explicou quais motivos a levaram a escolher o Fantástico para contar o que tinha passado.

Mais Notícias
Outros Famosos