Denúncia

Juliana Paes é acusada de demitir funcionária doente

Mulher denunciou Juliana Paes em desabafo, mas admitiu que ainda receba ajuda da mesma


Juliana Paes e a empregada Adriana das Graças
Juliana Paes teria dispensado cozinheira após volta de licença
Por Claudio Augusto

Publicado em 31/07/2022 às 14:13:00,
atualizado em 31/07/2022 às 14:19:24

Juliana Paes foi acusada por uma ex-funcionária de demiti-la logo após o final de uma licença tirada para o tratamento de uma grave depressão. Em um vídeo publicado, na última sexta-feira (29), por Alberto João, filho de Adriana das Graças, a cozinheira desabafou sobre a atitude da ex-patroa.

"Você se dedica por 11 anos a uma família, vê os filhos nascerem e, quando entra em depressão, tenta o suicídio e se interna duas vezes em um hospital psiquiátrico, tem que ir ao Caps [Centro de Atenção Psicossocial] para conseguir remédio gratuito porque ninguém te ajuda. Obrigado, Juliana", disse Adriana na gravação. Na legenda da publicação, o filho da ex-empregada de Juliana Paes afirmou que "o INSS deu seis meses para ela se cuidar, mas os mesmos não quiseram nem saber e demitiram ela".

De acordo com a colunista Fábia Oliveira, do O Dia, Adriana das Graças foi afastada do trabalho em novembro do ano passado após uma discussão com outra funcionária que trabalhava como babá para Juliana Paes. Assim, ela teve um surto depressivo e quase tentou suicídio.

Juliana Paes rebate acusação

Juliana Paes é acusada de demitir funcionária doente

A assessoria de imprensa da atriz veio a público e negou as acusações da cozinheira. Segundo nota divulgada, o desligamento de Adriana aconteceu de todas as formas legais e respeitosas. "No último mês de julho, aconteceu, de fato, o desligamento da colaboradora. Juliana e família sempre foram cuidadosos e respeitosos com as questões de cunho pessoal que Adriana passou no período, e este jamais seria o motivo para o fim do contrato. Juliana manteve Adriana trabalhando durante anos em tratamento da doença e indo além de suas obrigações como empregadora com ajuda médica e também financeira. A dispensa se deu por outros motivos e foi feita dentro da lei, garantindo todos os direitos à ex-colaboradora. No mais, Juliana não irá se pronunciar novamente sobre o caso", completou.

Cozinheira admite auxílio da atriz

Após a repercussão do caso, Adriana das Graças acabou admitindo que recebeu ajuda de Juliana Paes. Em entrevista para a Quem, a ex-funcionária disse que chegou a receber R$ 1.000 para auxílio de seu tratamento. "Os meninos [filhos de Juliana] são um amor de crianças. Amo. Dudu [Carlos Eduardo Baptista, marido da atriz] e Juliana também nunca tivemos um conflito", comentou. 

Ela ainda confirmou que a artista ainda deu apoio na compra de uma casa e que Juliana nunca cobrou pagamento da ex-funcionária. "Em 2012, eu pedi um empréstimo para comprar uma kitnet na favela, mas fiquei com medo de deixar meus filhos só em uma favela, até porque eu dormia no trabalho. Então, comprei no Km 34 uma kitnet, no meio do mato e pedi para ela descontar todo mês do meu salário. Ficou tudo combinado. Quando chegou a hora de ela receber as parcelas, ela adiava. Mesmo assim, eu insistia, até que ela resolveu que era para eu deixar para lá", revelou.

Por fim, Adriana ainda confirmou que seu plano de saúde é pago por Juliana Paes.  "Eu não queria porque sabia que iriam jogar na minha cara em um momento apropriado. Não nego a ajuda que ela me deu. Só não vou me sujeitar a ser chutada feito cachorro morto, sem o direito de falar. Agora é a minha vez. Ela vai argumentar, falar um monte. Isso é fato", completou Adriana, deixando clara a atitude da atriz que fez sucesso em "Pantanal" recentemente.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos