Reportar
erro
Abriu o jogo

Juliana Paes fala sobre ser reconhecida apenas pela beleza: "Tinha medo da objetificação"

Atriz falou sobre os títulos que recebeu de Mulher Mais Sexy do Mundo


Juliana Paes posando com a mão no rosto e sorrindo
Juliana Paes fala sobre ser reconhecida apenas pela beleza - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 06/05/2022 às 07:50:50

Juliana Paes participou do PodDelas na última quinta-feira (5) e abriu o jogo sobre seus três títulos de Mulher Mais Sexy do Mundo, concedidos pela revista VIP. No programa, ela falou do medo que sentia de ser reconhecida apenas pela beleza e não pelo talento.

"Eu não posso mais concorrer porque já ganhei três vezes (risos). Quando chega pra você, já chega 'Você foi eleita a mais sexy do mundo. Vamos fazer um ensaio?'. Claro que eu vou fazer um ensaio! Vou rejeitar esse presente? Mas a vida da mulher não é fácil nesse lugar. Eu ficava às vezes com medo da objetificação, mas isso é um regalo da vida, não se recusa. Foi uma votação popular. Como eu digo 'não'? Tinha um medinho por trás de 'será que vou ficar sempre nessa prateleira? Mas dentro de mim sempre tive a coisa de acreditar no que eu podia ser como atriz. Acho que fui a pessoa que mais acreditou em mim", afirmou.

Durante a conversa, a atriz ainda relembrou sobre a perseguição de alguns paparazzis e como mudou. "Uma vez tiraram uma foto que apareceu a calcinha. Fiquei noites sem dormir achando o que aquilo poderia dizer sobre mim, o que iriam pensar. Será que não iriam me chamar mais para trabalhar? Será que eu ficaria fadada a ser a pessoa que mostrou a calcinha de propósito para chamar atenção? A gente tem heroínas maravilhosas que estão abrindo outro caminho, de sermos donas de nós mesmas, que uma coisa não significa a outra. Isso é um alívio, lindo de ver. A sensação é de gratidão por estar testemunhando esses acontecimentos", refletiu.

Juliana Paes detalha bastidores de Pantanal e trabalho para viver Maria

imagem-texto

Findada sua participação em Pantanal, Juliana Paes diz que a experiência na novela ainda a emociona. "O processo diário de Pantanal é catártico. Não foi esforço nenhum ter uma caracterização como a da Maria Marruá, muito pelo contrário. É gratificante poder abrir mão da vaidade pela estética vigente", disse à revista Quem.

"Mais do que isso: vi beleza e poesia nas marcas do tempo. É bacana poder abrir mão da vaidade. Para mim, não foi esforço nenhum", garantiu a atriz, aos 43 anos de idade.

Segundo ela, o diretor Rogerio Gomes optou por deixar o mistério no ar. "Foi uma escolha do nosso diretor trabalhar essa aura de mistério. Não vemos nenhuma cena no estilo X-Men. A transformação é uma percepção de cada um. Entre os próprios personagens da história, tem quem ache que é 'falação' a mulher virar onça, por exemplo. Tem quem acredita e acho que cada um do público vai perceber a sua maneira", pondera.

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos