Injúria racial

Giovanna Ewbank denuncia racismo contra filhos e briga com mulher

Atriz foi pra cima de pessoa que teria cometido crime contra os herdeiros dela em Portugal


Giovanna Ewbank posada com Titi; Giovanna Ewbank surtando com mulher após filhos serem vítimas de racismo
Giovanna Ewbank surta com mulher após filhos serem vítimas de racismo - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 30/07/2022 às 20:12:00,
atualizado em 30/07/2022 às 23:28:23

Um vídeo em que Giovanna Ewbank parte pra cima de uma mulher viralizou nas redes sociais neste sábado (30). Nas imagens a atriz, aparece discutindo com uma pessoa, sendo observada por Bruno Gagliasso, que não interferiu na ocorrência, e amparada por outro homem não identificado.

Na gravação não dá pra ouvir com clareza tudo que a artista diz à mulher, mas é possível escutar Giovanna gritando "racista nojenta". Testemunhas contaram ao site Metrópoles que a atriz, que está em Portugal, se revoltou após os filhos serem vítimas de racismo. Pessoas afirmaram que a suposta agressora teria mandando "tirar aqueles pretos imundos dali", se referindo aos herdeiros de Gio e Bruno.

Segundo as fontes, a artista também teria cuspido no rosto da mulher ao ouvir os ataques racistas. Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso são pais adotivos de Chissomo, a Titi, e do Bless, de 9 e 7 anos, respectivamente. As crianças africanas foram adotadas após um longo processo de adoção. Além de Titi e Bless, o casal ainda é pai de Zyan, este biológico, nascido há dois anos.

Assista ao momento da revolta:

"Amor a gente não tem como fugir. Amor não tem endereço, né? Quando acontece, acontece. A gente não tem para onde ir. Estou muito feliz. Só quero dizer que é um momento muito íntimo, temos uma vida pública, mas só podemos dizer que estamos felizes e realizados", explicou Giovanna em 2016, dias após ter revelado ter adotado Titi.

Além de Titi, Giovanna Ewbank também é mãe adotiva de Bless

imagem-texto

Já em 2019, foi a vez de Bless chegar ao Brasil para conviver com sua nova família. Ambas as crianças são naturais do Malawi, país da África Oriental. O crime de injúria racial está inserido no capítulo dos crimes contra a honra, previsto no parágrafo 3º do artigo 140 do Código Penal, com pena prevista de 1 a 3 anos de reclusão. Já os crimes de racismo são amparados na Lei 7.716/1989.

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias
Outros Famosos