Filme com filha

Wesley Safadão é denunciado por erotização infantil

Forrozeiro está sendo investigado por vídeo em que aparece com a filha, de oito anos, dançando música com teor sexual


Wesley Safadão dança com filha
Wesley Safadão é denunciado por erotização infantil - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 27/07/2022 às 17:25:00,
atualizado em 27/07/2022 às 17:25:36

Wesley Safadão é alvo de uma nova investigação. A deputada federal Eliza Virgínia (PP) denunciou o cantor à Secretária Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente por suposta erotização infantil por causa de uma gravação em que aparece dançando ao lado da filha, Ysis, de 8 anos, com uma música que faz referência a conteúdos sexuais. O vídeo foi compartilhado pelo cantor nas redes sociais no dia 17 de julho, com o objetivo de divulgar sua nova canção, Macetando. Em um dos trechos da música, simula um ato sexual: "Ai, vida, ai, vida, ai vida, bota de red de melancia, pra novinha, com gin que tu vai (sic) ver p*taria. Chama as 'amiguinha' (sic), o baile vai ferver! Só quem é gostosa levanta a mão", "Vai sentando, novinha, sentando".

 Após a gravação viralizar nas redes sociais, com muitas críticas sobre a presença da criança no vídeo, internautas fizeram muitos comentários negativos sobre o caso como "Macetando, significado: fazer sexo. Que cultura viu, apelou!", não à erotização infantil", "olha a letra dessa música!" e "absurdo". Após a denúncia, Safadão virou alvo de representação do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

"Ficamos horrorizados. Minha bandeira é lutar contra a exploração sexual e o abuso infantil. E, no vídeo, o Wesley Safadão canta e dança com a filha de oito anos uma letra de música que fala sobre sexo explícito. Ele faz apologia à pedofilia. As crianças assistem ao vídeo e querem dançar também. Às vezes os pais nem prestam atenção às letras das músicas. Hoje em dia, tem criança que não sabe ler nem escrever, mas já sabe falar sobre sexo. Isso não pode ficar assim. As crianças estão sendo erotizadas", afirmou a deputada Eliza Virgínia.

Segundo a política, o material de Wesley fere o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), no art. 3º, que explicita que "estabelece que a criança e o adolescente gozam de todos os direitos fundamentais inerentes à pessoa humana, sem prejuízo da proteção integral". Além da denúncia por suposta erotização infantil, Wesley Safadão coleciona muitas outras investigações em sua carreira.

Assista ao vídeo polêmico:

As denúncias contra Wesley Safadão

imagem-texto

Após vários casos de cachês de famosos considerados de grande valor pagos com dinheiro público de prefeituras virem à tona, o Ministério Público investiga vários eventos em que a administração municipal repassou quantias altas por shows. Entre os cantores que receberam maiores cachês está Safadão, com contratos de até R$ 600 mil. Apesar dos grandes valores recebidos pelos artistas, músicos, técnicos e produtores que trabalharam para o cantor se queixam de salários baixos.

Um ex-músico do forrozeiro revelou que ganhava R$ 4 mil por mês, sendo que o valor que o cantor recebia chegava a R$ 600 mil por cada apresentação, levando em consideração que são aproximadamente 30 shows por mês. Além disso, Wesley também foi investigado por furar a fila para receber a vacina da Covid-19, em 2021, além de escolher o fabricante do imunizante. Na ocasião, o Ministério Público do Ceará fez uma proposta para que a investigação sobre a suposta ação de “fura-fila” de Safadão, da sua esposa Thyane Dantas e da assessora Sabrina Tavares fosse arquivada.

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias
Outros Famosos