Reportar
erro
Prova na justiça

Vídeo mostra Wesley Safadão e mulher furando fila da vacinação contra a Covid-19

Gravação comprova que cantor e esposa receberam tratamento diferenciado


Thyane Dantas e Wesley Safadão posados com máscara; Frame vito do alto do momento em que Safadão e Thyane chegam para se vacinar
Vídeo mostra momento em que Wesley Safadão e mulher furam fila da vacinação contra a Covid-19 - Foto: Reprodução
Por Redação NT

Publicado em 04/02/2022 às 17:22:56,
atualizado em 04/02/2022 às 17:41:19

Um vídeo em que aparece  Wesley Safadão e mulher, Thyane Dantas, furando a fila da vacinação contra a Covid-19, em Fortaleza (CE), foi divulgado durante o depoimento da influenciadora digital ao Ministério Público sobre o caso. Nas imagens, o casal chega ao local de imunização e é encaminhado para outra área sem esperar que as outras pessoas que estavam na frente deles na fila fossem imunizados. Na gravação, Thyane é perguntada porque eles receberam tratamento diferenciado.

A mulher respondeu: "Eu acredito porque somos pessoas diferentes. No sentido de ser público e ter esse cuidado de não aglomerar. Talvez se ele (Wesley) sentasse ali na fila, ia ter pedido de foto. Eu acredito que, por isso, que ele teve esse cuidado de colocar ali na frente".

De acordo com a denúncia do Ministério Público, o cantor escolheu a fabricante da vacina no momento da imunização, no caso a Janssen, que garante imunização com apenas uma dose. Já Thyane está sendo investigada por ter tomado a vacina antes de chegar a data para a idade dela.

O processo em que o cantor, Thyane, a produtora Sabrina Tavares e uma servidora da Secretaria de Saúde de Fortaleza foram denunciados, acusados de crimes como peculato e corrupção passiva privilegiada na investigação sobre a vacinação, ainda corre na Justiça do Ceará.

Assista ao vídeo em que mostra o momento da chegada de Wesley e Thyane no posto de vacinação:

Acusado de furar fila da vacina, Wesley Safadão pede perdão

O cantor Wesley Safadão usou o perfil do Instagram para falar sobre o motivo de não ter realizado um acordo com o Ministério Público do Ceará. O MPC fez uma proposta para que a investigação sobre a suposta ação de “fura-fila” da vacina contra Covid-19 dele, da sua esposa Thyane Dantas e da assessora Sabrina Tavares fosse arquivada.

Os três não concordaram em pagar uma multa, cujo valor seria destinado para uma instituição social. O cantor explicou que não aceitou o acordo porque era um valor desproporcional ao que um cidadão comum pagaria.

"Ontem tivemos mais um capítulo da história da vacina, tivemos uma reunião ontem pela manhã, com Ministério Público e infelizmente não chegamos a um acordo por dois motivos. Primeiro, queriam que eu me declarasse culpado, segundo, queriam que eu pagasse uma quantia equivalente a quase um milhão de reais, sendo que para um cidadão comum é infinitamente menor o valor", explicou.

E acrescentou: “O que saiu na imprensa, é que quando eu soube que esse valor seria para doação para instituições, eu me neguei porque eu não queria fazer doação. Isso é mentira, um grande absurdo. Não me neguei em nenhum momento a fazer doação até porque eu sempre fiz, e não faço só doação para minha cidade e durante a pandemia foi uma das coisas que eu mais fiz”.

Siga a gente no Instagram

Acompanhe nosso perfil e fique por dentro das quentinhas da TV e famosos

ACESSE!
Mais Notícias
Outros Famosos