Reportar erro
Posicionamento

Acusado de furar fila da vacina, Wesley Safadão pede perdão

Cantor usou o Instagram para se manifestar

Wesley Safadão e Thyane Dantas de máscara e abraçados
Safadão e esposa são acusados de terem furado a fila da vacina - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 29/10/2021 às 15:15:00,
atualizado em 29/10/2021 às 15:15:37

O cantor Wesley Safadão usou o perfil do Instagram na manhã desta sexta-feira (29) para falar sobre o motivo de não ter realizado um acordo com o Ministério Público do Ceará. O MPC fez uma proposta para que a investigação sobre a suposta ação de “fura-fila” da vacina contra Covid-19 dele, da sua esposa Thyane Dantas e da assessora Sabrina Tavares fosse arquivada.

Os três não concordaram em pagar uma multa, cujo valor seria destinado para uma instituição social. O cantor explicou que não aceitou o acordo porque era um valor desproporcional ao que um cidadão comum pagaria.

"Ontem tivemos mais um capítulo da história da vacina, tivemos uma reunião ontem pela manhã, com Ministério Público e infelizmente não chegamos a um acordo por dois motivos. Primeiro, queriam que eu me declarasse culpado, segundo, queriam que eu pagasse uma quantia equivalente a quase um milhão de reais, sendo que para um cidadão comum é infinitamente menor o valor", explicou.

E acrescentou: “O que saiu na imprensa, é que quando eu soube que esse valor seria para doação para instituições, eu me neguei porque eu não queria fazer doação. Isso é mentira, um grande absurdo. Não me neguei em nenhum momento a fazer doação até porque eu sempre fiz, e não faço só doação para minha cidade e durante a pandemia foi uma das coisas que eu mais fiz”.

Ele relatou que faz ações sociais e que tudo é com muito carinho. “Faço de coração, com maior prazer, quem me acompanha sabe das minhas ações sociais, durante a pandemia foram doados respiradores, toneladas de alimentos, milhares de famílias que demos suporte", relatou.

Safadão disse que não furou a fila da vacina e que foi mal orientado. “Quero deixar bem claro, que em nenhum momento furei fila, apenas tomei a vacina em outro lugar porque me orientaram dessa maneira, devido à lotação do meu lugar de origem. Sempre fui muito transparente com meu público, até demais!”, detalhou.

“Se eu achasse que estava fazendo algo errado, ou cometendo um crime, vocês acham mesmo que eu publicaria (no Instagram)? Claro, que fico muito triste com tudo isso, sei que errei, quem me conhece sabe meu coração e volto a dizer: Jamais faria algo assim se soubesse que era errado”, continuou.

Wesley Safadão se desculpou

Após desabafar, o sertanejo se desculpou. “Peço perdão à população da minha cidade, do meu país, hoje realmente vi que fui mal assessorado sobre me vacinar em outro local, me disseram que não tinha nenhum problema essa mudança e eu acreditei. Realmente fui mal orientado. Sei que errei e quero ser tratado como um cidadão e não da forma como estão querendo me tratar", concluiu.

O cantor foi indiciado por peculato, após o episódio da vacinação irregular. Thyane Dantas e outras cinco pessoas também fazem parte do processo na Delegacia de Combate à Corrupção, de Fortaleza. Eles continuam sendo investigados e podem ser condenados.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os envolvidos também serão indiciados "por infração a determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, cujas penas somadas podem chegar a treze anos de prisão". O casal se vacinou de forma irregular contra a Covid-19 por ter comparecido ao local e à data errada em Fortaleza, capital do Ceará.

Acusado de furar fila da vacina, Wesley Safadão pede perdão

Acusado de furar fila da vacina, Wesley Safadão pede perdão



Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do WhatsApp.

Participe do grupo
Mais Notícias
Outros Famosos