Realidade distante

Xuxa sobre vídeo que viralizou com previsão de robô para 2023: "Estou desesperada"

No Xuxa Park, robô garantiu que tudo estaria bem atualmente


Xuxa com fundo branco em expressão mais séria
Xuxa fala sobre vídeo viralizado e demonstra preocupação - Foto: Reprodução/Instagram

Xuxa teve um vídeo viralizado nos últimos dias (confira ele na íntegra ao final da matéria) que tratava sobre o futuro da humanidade. No extinto Xuxa Park (1994-2001) no final dos anos 90, um robô que "vinha" de 2023 garantia a todos que a humanidade estava feliz. "A natureza está em nós, estamos todos bem. Não há guerras. Os seres humanos se conscientizaram da paz (...) Sem drogas, sem violência, o futuro é belo", dizia a "máquina". A realidade é bastante diferente e chega a ser assustadora para a Rainha dos Baixinhos.

"A gente está falando num momento perto das eleições, as pessoas estão desesperançosas. Acho que a palavra é desesperado com o que vai acontecer. Hoje vi um vídeo de umas pessoas colocando óleo ungido em armas. Isso me desceu tão mal... Se estão levantando isso em nome de Deus... Isso aí é coisa do cara lá de baixo e não do cara lá de cima. Estou bem assustada, desesperada. A palavra não é desesperançosa, não", temeu numa entrevista concedida ao jornal O Globo desta quinta-feira (21).

A apresentadora acredita que nos dias atuais, as pessoas estão livres para disseminar palavras de ódio e intolerância. "Estão à vontade para dizer que não gostam de gays, que podem fazer o que for em nome de Deus", lamentou.

"Parece que a gente não vai parar", conformou-se Xuxa

imagem-texto

Com um mundo bem diferente daquele prometido há mais de 20 no Xuxa Park pelo "robô", a apresentadora se revolta com a atual realidade. "É o cúmulo do cúmulo. Não consigo entender muita gente batendo palma para isso. E naquele vídeo da robô, se a gente pudesse dizer o que deseja para 2023, seria o contrário de tudo o que se vê agora", afirmou.

"A natureza está sendo morta, ativistas e pessoas que brigam pelos indígenas indo embora, filho matando pai, pai matando filho. É um desespero, uma coisa tão louca, tão doida, que parece que a gente não vai parar."

Xuxa

Ela, que sempre se considerou esperançosa, vê o cenário mudar de figura. "Hoje, se eu fizesse um programa desse, ia falar: 'É, gente, o negócio está pesado. Vamos rezar, pedir a Deus, pensar positivo, mas está difícil'. Por mais positiva que eu seja, eu sei que a coisa não está legal", reconheceu.

Xuxa na carreira: duas séries em breve

Apesar do turbilhão que o mundo inteiro atravessa, Xuxa segue a todo vapor. Uma série sobre sua vida deve chegar em 2024 e ela também grava a série Tarã, do Disney+.

Nela, será mãe de uma menina de 14 anos de idade descendente de um povo originário da Amazônia. Há algum tempo, a personagem da loira havia ido à região para fazer uma pesquisa profissional e se envolveu com um homem do local. Engravidou, mas voltou para o Rio de Janeiro e cuidou sozinha da filha.

Quando a moça menstruar pela primeira vez, receberá um chamado do seu povo e retornará ao local, que fica na fronteira com o Peru. A partir daí, a história acontecerá mesclando elementos de fantasia e temas importantes e atuais.

Fora da TV aberta desde 2020, Xuxa emendará esse trabalho depois de finalizar completamente o reality Caravana das Drags, da Amazon Prime Video. As gravações ocorrem no Nordeste e a estreia, pelo menos a princípio, ficará para 2023. Ikaro Kadoshi dividirá a apresentação com a loira. Cada episódio consistirá na dupla mostrando provas e dinâmicas com as candidatas.

A agenda de Xuxa não para por aí: a Rainha dos Baixinhos também terá pela frente uma série documental no Globoplay. Ela já gravou, inclusive, seu reencontro com a ex-empresária Marlene Mattos. E também se reuniu com Marcelo Ribeiro, com quem contracenou no polêmico filme Amor, Estranho Amor (1982). O streaming do Grupo Globo exibirá ainda uma produção intitulada Rainha, mas ficcional, prevista para ir ao ar em 2024.

Em 2023, Xuxa completará meio século de vida. Ela iniciou sua carreira como apresentadora em 1983 no comando do programa Clube da Criança (1983-1986), na extinta TV Manchete (1983-1999). Em 1986, se mudou para a Globo e engatou consecutivos sucessos na emissora durante os anos 90, além de ter feito inúmeros filmes.

Nos anos 2000, buscando fazer uma transição de público, teve outros projetos na Globo como o TV Xuxa (2005-2014) e o Conexão Xuxa (2008). Sem espaço na emissora como outrora, mudou de ares em 2015 aceitando uma proposta da Record.

Confira o vídeo que viralizou na internet com previsões para 2023:

Acompanhe a TV NaTelinha no YouTube

Resumos de novelas, entrevistas exclusivas, bastidores da televisão, famosos, opiniões, lives e muito mais!

Inscreva-se
Mais Notícias
Outros Famosos