Reportar erro
Exclusivo

Geisy Arruda conta que nunca recebeu dinheiro por sexo: "Faço por prazer"

Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, Geisy Arruda fala do novo livro e sobre ser considerada a rainha do mercado erótico

Geisy Arruda em close com batom rosa posando para fotos
Geisy Arruda descarta o título de 'rainha do mercado erótico - Foto: Reprodução/Instagram
Ana Cora Lima

Publicado em 29/09/2021 às 10:40:00

Geisy Arruda tinha 19 anos quando ficou famoso por ter sido hostilizada dentro de uma faculdade em São Paulo e o motivo foi um curto vestido rosa pink. Lá se vão 12 anos e Geisy Vila Nova Arruda se tornou um case de sucesso. Com quatro milhões de seguidores, a influenciadora é conhecida com a ‘rainha do mercado erótico’, título que ela rejeita, mas admite ser uma das poucos mulheres que falam abertamente sobre o sexo.

Recentemente, ela deu uma entrevista revelando ter participado de suruba com oitos homens. Em conversa com o NaTelinha, Geisy confirmou os números e ainda revelou que nunca teve uma relação sexual por dinheiro: “Faço sexo por prazer”.

Geisy jura que está longe de ter uma fortuna conquistada com trabalhos como modelo, influenciadora e autora de três livros, mas está lutando. Sobre ser um pouco odiada pelas mulheres, ela ameniza: “Eu não sou unânime e acho que ninguém nessa vida é nem nunca foi. Acho difícil uma pessoa ser adorada por todos”.

Confira a entrevista completa com Geyse Arruda:

Queria que você falasse do livro que acabou de lançar: Não Apague o Meu Fogo: Queime Comigo. O que ele tem de diferente dos outros? Por que o nude? São contos da sua imaginação ou tem experiência própria?

Geisy Arruda - Ele é diferente dos outros porque foi feito durante a pandemia da Covid-19  e acabou sendo difícil de produzir. Todo mundo em casa, tudo em lockdown e as pessoas com baixa libido, inclusive eu, e por isso demorei muito para escrever. Os nudes foram presentes que eu dei para os meus fãs. Eles me pediam muito fotos nuas e eu quis dar esse presente, esse agrado. ‘"Não Apague o Meu Fogo: Queime Comigo"’, é o meu terceiro livro nessa linha. Os outros foram ‘Desejo Proibido' e 'O Prazer da Vingança'.

E os contos são autobiográficos?

Geisy Arruda - Alguns são e outros foram criados. Eu gosto de misturar para não deixar tão óbvio nas cabeças das pessoas tipo ‘ah... será que ela fez isso?’, ‘isso tem jeito dela’ ou ‘será que ela está inventando?’. Isso é legal, é gostoso brincar com a imaginação do leitor.

Vc não entrou ainda no OnlyFans, mas vc consegue faturar? Já fez seu um milhão como a Mulher Melão?

Geisy Arruda - Eu estou namorando a OnlyFans tem uns três. Ainda estou decidindo se entro ou não na plataforma. Se eu já tenho um milhão na conta? Não. Estou na luta (risos). A Melão conseguiu esse grana toda com o OnlyFans e eu estou em outro nicho, mas quem sabe eu consiga também. Eu espero que sim.

Sente preconceito das pessoas por seu uma mulher livre e dona de si?

Geisy Arruda - Desde sempre. Desde a faculdade, quando eu usava as roupas que eu gosto, que eu quero e eu sempre tive que me impor para usar o que gostava. Gostava de sair, gostava de beber e de ser livre e uma mulher independente e isso desde nova. O preconceito está aí e vai sempre existir. Já que eu não consigo acabar, eu tenho que lidar.

Falar de sexo dá dinheiro ou dá mais dor de cabeça por ser tão julgada?

Geisy Arruda - Falar de sexo me dá um nicho ainda com poucas pessoas. As pessoas quase não falam de suas fantasias e experiências sexuais e ainda é um tabu dentro da nossa sociedade. As pessoas fazem, mas não falam (risos). Não falam por vergonha ou fazem escondidos ou por debaixo dos panos e, literalmente, entre quatro paredes. Eu coloco isso aberto como se fosse com a porta aberta e escancarada para todo mundo

Podemos dizer que você é a rainha do mercado erótico? Por que as marcas lutam para te contratar?

Geisy Arruda - Não. Esse título de rainha do mercado erótico seria de uma prepotência que não me cabe. Eu achei um nicho de contos eróticos, que eu gosto, que é um lugar de estabilidade, que eu me sinto bem, me sinto à vontade e que é prazeroso de fazer e eu me achei ali. Mas eu não me acho rainha de nada.

Já recebeu proposta para fazer sexo por dinheiro? Já disse não e foi xingada ou agredida?

Geisy Arruda - Sim. Eu acho que todo mundo que trabalha no meio artístico, que é nova, tem visibilidade, é sensual já recebeu uma proposta dessa na vida. Disse não e digo não porque eu faço sexo por prazer e não por dinheiro. Graça a Deus nunca fui agredida ou xingada.

As mulheres não gostam de você?

Geisy Arruda - Algumas mulheres gostam, outras não. Eu não sou unânime e acho que ninguém nessa vida é nem nunca foi. Acho difícil uma pessoa ser adorada por todos.

E os homens têm medo de você?

Geisy Arruda - Acho que alguns homens pela minha liberdade e pelo meu trabalho talvez e intimidam um pouco no começo, mas nada que seja um problemão, entende?

O que ainda te falta?

Geisy Arruda - Nada. Eu vivo intensamente a minha vida e vivo todos os momentos como se fossem os últimos. Depois dessa pandemia mais ainda. Eu quero é ser feliz e ter saúde mental para viver.



NaTelinha no Google News

Acompanhe as exclusivas da televisão, resumos das novelas, as bombas dos famosos, realitys e muito mais na palma da mão.

Siga-nos
TAGS:
Mais Notícias
Outros Famosos