Reportar erro
Esculacho

Sergio Marone detona Mario Frias: "Não fosse os olhos azuis, jamais teria oportunidade"

Ator criticou o funcionário do governo Jair Bolsonaro por gestão à frente da Secretaria da Cultura

Sergio Marone posado; Mario Frias preocupado
Sergio Marone detona Mario Frias - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 15/09/2021 às 21:12:00

Através de suas redes sociais, Sergio Marone detonou Mario Frias, atual secretário especial da cultura do governo Jair Bolsonaro. A crítica do ator foi postada por ele no Twitter, nesta quarta-feira (15), respondendo a uma publicação do executivo, em que ele agradecia um político por ter tirado o projeto da lei Paulo Gustavo (legislação que garantiria auxílio ao setor cultural) de pauta no senado.

Sergio Marone usou um print em que mostra a liberação de recursos de mais de R$ 4 milhões da secretaria para Casinha Games, empresas que, segundo o ator, tem relação com Jair Renan, filho de Jair Bolsonaro.

"Isso, deixa um monte de ex colegas seus passando fome. Entendo seu amargor por não ter seguido na carreira artística, mas entenda.. não fosse seus olhos azuis, jamais teria tido uma oportunidade na TV. Mario Frias, e os 4 milhões na casinha do Renanzinho? Absurdo também? Explica?"

Sergio Marone

Sergio Marone detona Mario Frias: \"Não fosse os olhos azuis, jamais teria oportunidade\"

Entenda de onde surgiu a crítica de Sergio Marone:

Nesta quarta-feira (14), Mario Frias, secretário de Cultura do governo Bolsonaro, criticou duramente a Lei Paulo Gustavo. Por meio do Twitter, ele sugeriu que o projeto poderia acarretar em problemas, pois os estados que serão os responsáveis por gerir os valores.

"Hoje será votado no senado o projeto de lei Paulo Gustavo. Um absurdo que transformará o governo federal num caixa eletrônico de saque compulsório. Essa lei destinará anualmente 4 bilhões de reais para estados decidirem o destino desse recurso. Sou radicalmente contra", escreveu.

O projeto de Lei 73/2021 tem o intuito de viabilizar ações emergenciais de auxílio para o setor cultural, um dos que foram mais prejudicados por conta da pandemia da Covid-19.

Sergio Marone detona Mario Frias: \"Não fosse os olhos azuis, jamais teria oportunidade\"

Paulo Betti pede prisão de Mário Frias

O incêndio na Cinemateca Brasileira causou indignação na classe artística. Nas redes sociais, o ator Paulo Betti foi um dos mais incisivos na reclamação sobre o descaso com o espaço cultural, que estava sem gestor desde o final de 2019. O veterano pede a prisão de Mário Frias e a saída dele da secretaria.

Em entrevista exclusiva para o NaTelinha, Betti reafirmou a crítica à gestão: “Mário Frias representa a destruição. Deseja destruir, é equivocado, não tem noção da liberdade da arte, vai para a lata do lixo da historia”.



Mais Notícias
Outros Famosos