Reportar erro
Polêmica

Marcelo Adnet entra na Justiça contra Mário Frias após ataques

Humorista registrou queixa-crime

Marcelo Adnet e Mário Frias
Marcelo Adnet e Mário Frias - Foto: Montagem/Reprodução
Redação NT

Publicado em 24/03/2021 às 17:04:50,
atualizado em 24/03/2021 às 17:09:45

Marcelo Adnet registrou uma queixa-crime contra Mário Frias, Secretário de Cultura do governo Jair Bolsonaro. O humorista alega ter sido vítima de difamação e injúria em publicação feita pelo ator no Instagram.

Segundo informações do colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, a ação está tramitando na 42ª Vara Criminal do TJ do Rio de Janeiro, e tomou como base alguns comentários feitos por Frias em 7 de setembro de 2020.

No texto compartilhado na rede social, que continua no ar até hoje, o bolsonarista referiu-se a Adnet como “garoto frouxo e sem futuro”, uma “criatura imunda”, “crápula” e “Judas”.

A advogada do apresentador, Maíra Fernandes, afirma que seu cliente teve a honra atacada de uma forma que vai além da liberdade de expressão, tendo sido claramente ofendido. Com isso, foi pedida a condenação de Frias por dois crimes de difamação e 10 de injúria.

Adnet imita Mário Frias após ataque

Toda a confusão começou quando o contratado da Globo imitou um vídeo que foi feito pelo Planalto, onde Frias parece admirando heróis brasileiros. Na paródia, o secretário foi colocado como se estivesse perdido, algo que não foi bem aceito.

No quadro Sinta-se em Casa do Globoplay, o humorista voltou a imitar Mário, e dessa vez usou todo o texto que foi citado nessa ação na Justiça. O novo conteúdo foi intitulado de "Xilique-resposta".



Mais Notícias
Outros Famosos