Reportar erro
Polêmica

Secretário especial da Cultura, Mário Frias comete gafe com erro de português

Ator escreveu de forma equivocada em rede social de Eduardo Bolsonaro

Mário Frias posado para foto ao lado de Jair Bolsonaro
Mário Frias cometeu gafe nas redes sociais. Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 22/03/2021 às 20:21:00,
atualizado em 22/03/2021 às 20:25:30

O ator Mário Frias, que hoje responde pela Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal, cometeu uma gafe ao comentar um vídeo de Eduardo Bolsonaro em que o político critica o envio verba pública para incentivo de obras artísticas. Ao escrever para o deputado, Mário teve um erro de português. Ao invés dele escrever "acesso", o ator postou "acesso", em um texto apoiando Eduardo.

"Muito obrigado, Eduardo Bolsonaro. A luta é diária sem direito a descanso. Vamos trabalhar incansavelmente para que todos os brasileiros tenham assesso a cultura", escreveu o secretário.

Não demorou muito para internautas detonarem Mário Frias nas redes sociais sobre a gafe. "Ele precisa de 'assesso' a Língua Portuguesa urgente", escreveu uma internauta.

"Além de crise na saúde, economia, cultura, e tantas outras, ainda temos a crise de gramática", comentou uma pessoa na web. "Imagina cultura que ele teve aSSesso. Esse povo tem uma psicose pela SS, né?", detonou um internauta.

Secretário especial da Cultura, Mário Frias comete gafe com erro de português

Eduardo Bolsonaro critica Maju Coutinho

Eduardo Bolsonaro, deputado federal e filho do presidente Jair Bolsonaro, foi para as redes sociais para criticar Maju Coutinho, após a apresentadora noticiar o aumento de restrições que governadores e prefeitos estão promovendo em todo o Brasil e afirmou que não dá para a população reclamar.

Durante seu discurso, ela usou o termo “o choro é livre” e se tornou um dos principais assuntos das redes sociais, causando polêmica entre os internautas. Eduardo Bolsonaro atacou a jornalista no Twitter e a chamou de arrogante.

"Do alto de sua arrogância global e de seu alto salário, Maju Coutinho defendeu lockdowns e debochou de quem precisa trabalhar para não passar fome. Segundo Maju, se você não pode ficar em casa, 'O CHORO É LIVRE, É ISSO QUE TEM'. É esse o tipo de gente que nos ataca na GLOBO LIXO", escreveu Eduardo nas redes sociais. O comentário de Maju Coutinho criou polêmica nas redes sociais.

“Os números da pandemia não param de subir e as medidas restritivas de circulação estão se espalhando. Os especialistas são unânimes que essas são medidas indispensáveis agora para conter a circulação do vírus. O choro é livre, não dá pra gente reclamar”, declarou a jornalista.

Recentemente, William Bonner desmentiu Jair Bolsonaro ao vivo, ao exibir um vídeo em que o presidente criticou a decisão do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, em restringir o acesso das pessoas nas ruas em horário determinado, como forma de conter o avanço do coronavírus na unidade federativa.

 



Mais Notícias
Outros Famosos