Reportar erro
Crítica

Datena solta o verbo contra ministro de Bolsonaro ao vivo: "Governa pra rico"

Apresentador detonou Paulo Guedes no Brasil Urgente

Datena com raiva durante programa
Datena critica Paulo Guedes no Brasil Urgente. Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 12/03/2021 às 21:10:00,
atualizado em 12/03/2021 às 21:19:48

Durante o Brasil Urgente desta sexta-feira (12), José Luiz Datena detonou Paulo Guedes, o ministro da Economia do governo Jair Bolsonaro. O apresentador tinha acabado de exibir uma reportagem que mostrava o aumento dos preços nos supermercados e a tristeza de um rapaz que tinha sido demitido. Datena criticou a postura do ministro em oferecer um valor baixo na nova cota do auxílio emergencial do governo para o povo.

"Eu não tenho nada pessoal contra o ministro Paulo Guedes, mas também não tenho nada a favor, porque eu não sou amigo dele. Não sou nada. Eu acho que o ministro da Economia pisa na bola e governa pra rico, e não pra pobre. Eu disse isso para o presidente Bolsonaro, inclusive em entrevista. Eu acho que ele fica segurando (dinheiro para o povo)", explicou o apresentador.

"O auxílio emergencial que ele propôs na primeira onda foi de R$ 200 e não tinha nem inflação, nem o dólar estava nesse preço de hoje. Agora, ele propôs R$ 250 e a câmara (dos deputados), ao invés da outra vez forçar a barra, agora é base do governo. Paulo Guedes mandou fazer porque não queria que houvesse a oposição dentro da câmera", analisou o jornalista.

Datena critica valor de auxílio emergencial

Por fim, Datena defendeu o povo e disse que o valor proposto do auxílio emergencial é inaceitável. "Hoje, o cara pega o dinheiro na mão, como dólar do jeito que está custando, desaparece o dinheiro da mão dele. Então, Paulo Guedes, você podia ser ministro da Economia do Reino Unido", sugeriu Datena.

Nesta semana, Datena defendeu Bolsonaro e se revoltou com aumento de combustível: "Os caras enlouqueceram". Ele também detonou Lula ao vivo ao afirmar que, por conta de suas condenações anuladas pelo STF, "Abriram a porta do inferno".



Mais Notícias