Reportar erro
Destemido

Felipe Neto sustenta críticas a Bolsonaro após acusação de crime: "O governo deve ter medo"

Youtuber criticou o presidente por atitudes

Felipe Neto de camiseta preta
Felipe Neto foi acusado de crime contra a segurança nacional - Reprodução/Twitter
Redação NT

Publicado em 16/03/2021 às 09:58:47,
atualizado em 16/03/2021 às 10:22:50

Felipe Neto se manifestou em suas redes sociais no final da noite dessa segunda-feira (15) acerca das críticas contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Carlos Bolsonaro (Republicanos) abriu uma notícia-crime contra o youtuber por "crime contra a segurança nacional", mas Felipe reafirmou suas críticas e declarou que essa é uma tentativa para propagar o medo na população.

A denúncia ocorreu porque Felipe chamou Bolsonaro de "genocida". Em vídeo divulgado ontem, o youtuber destacou que não poderia usar outra palavra, já que o presidente não tomou algumas atitudes primordiais durante a pandemia, com amparos científicos.

O youtuber lembrou que Bolsonaro classificou a Covid-19 como "gripezinha", promoveu aglomerações, atacou governador que tentaram criar políticas de isolamento social, condenou o uso de máscaras, recomendou cloroquina que jamais foi considerado um medicamento eficaz contra a doença e não comprou vacina. "Não sobrava outra palavra", enfatizou ele, reforçando o "genocida".

O pronunciamento de Felipe Neto

Segundo Felipe Neto, o objetivo de Bolsonaro é fazer com que as pessoas fiquem com medo de se opor ao governo. "Vou enfrentar, como sempre enfrentei, as tentativas de silenciamento por parte desse governo. Vou continuar nessa posição sem medo, porque esse é o objetivo principal dessas pessoas: a imposição do medo. Que você tenha medo."

"Eles sabem que tenho como me defender, que tenho recursos e não vai dar em nada essa acusação completamente descabida e ilegal. Mas eles querem propagar o medo. O povo não deve jamais ter medo do governo. O governo é que deve ter medo do seu povo", afirmou o youtuber.



Mais Notícias
Outros Famosos