Deixado de lado

Acusado de estupro, Felipe Prior faz desabafo sobre a Globo: "Apoio não existiu pra mim"

Ex-BBB explicou que não foi chamado para nenhum programa da emissora

Acusado de estupro, Felipe Prior faz desabafo sobre a Globo:
Felipe Prior falou sobre sua relação com a Globo - Foto: Reprodução/YouTube

Redação NT

Publicado em 29/10/2020 às 15:54:00

Felipe Prior desabafou nesta quinta-feira (29) e revelou que não recebeu nenhum apoio da Globo após o fim do BBB20. O ex-brother participou do programa Pânico, da rádio Jovem Pan, e contou que não foi chamado para nenhum programa da emissora desde que deixou o reality show. O antigo confinado está sendo acusado de ter cometido estupro entre 2014 e 2018.

“Apoio não existiu pra mim. Lá dentro do programa, de verdade, eu olhava todo mundo como adversário. Era homem, mulher, o que fosse, era meu adversário. Tanto é que eu falava lá dentro: ‘Tenho 12. O Babu [Santana] é o único que defendo. De resto, quem vier, eu escolho”, explicou o arquiteto.

Os integrantes do Pânico relembraram que outros participantes da edição de Prior já foram chamados para outros programas da Globo e quiseram saber se ele recebeu algum convite. O ex-BBB disse que não teve chance de ir às atrações do canal e que não conversa com Boninho há muito tempo.

continua depois da publicidade

“Não me chamaram pra nada. Até agora... Nunca mais falei com o Boninho. Até quando eu sai, eu brinquei com ele: ‘Boninho, pô, Big Brother não é muito minha cara’. Aí ele falou: ‘O que é a sua cara?’. Aí eu falei: ‘Tem que ser um programa pra doido. Tem que ser o No Limite’”, comentou com bom humor.

Sobre sua participação, Felipe admitiu que teve uma forte personalidade na atração, contudo, explicou que ele estava em busca do prêmio de R$ 1,5 milhão. “Eu tava lá pra competir, não tava lá pra fazer amizade, nem nada”, completou.

A entrevista começa a partir de 1h20min:

continua depois da publicidade

Felipe Prior e as acusações

No começo de abril, Felipe Prior foi acusado de ter cometido abusos sexuais no passado. O arquiteto negou que tenha feito tais atos e garantiu que iria provar sua inocência. “O que me deixa mais chateado é saber que depois que eu entrei na casa [Big Brother Brasil] as pessoas apresentaram uma denúncia pesada contra mim. Os meus advogados estão tomando todas as providências", falou na ocasião.

Em reportagem da revista Marie Claire publicada no dia 3 de abril, vieram a público algumas acusações de que Felipe Prior teria cometido três crimes sexuais. Uma das vítimas detalhou que tudo teria acontecido quando aceitou uma carona do ex-brother, onde em um momento a sós, ele cometeu o ato.

continua depois da publicidade

A segunda o acusou do mesmo durante jogos universitários, onde ele teria aproveitado do estado dela de embriaguez para forçar um ato sexual e sem preservativo. E a terceira, também na Interfau, inicialmente teriam transado de maneira consentida e depois ele teria passado a agir de forma agressiva e não parado quando ela assim pediu.

Apesar da 1ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de São Paulo ter concluído o inquérito do caso e pedido o seu arquivamento, o Ministério Público levou a denúncia adiante e o Tribunal de Justiça de São Paulo marcou a audiência de instrução e julgamento para o dia 10 de maio do ano que vem.

continua depois da publicidade

Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!