Desabafo

Nando Cunha lamenta tratamento dado aos personagens negros: "Não muda"

Ator afirmou que roteiristas deixam personagens negros estereotipados

Nando Cunha lamenta tratamento dado aos personagens negros:
Nando Cunha falou sobre escalações - Foto: Reprodução

Publicado em 12/08/2020 às 09:59:00

Por: Redação NT

Nando Cunha foi entrevistado pelo jornalista Wellington Andrade em live do Instagram e desabafou sobre como os atores negros são escalados para as produções na televisão. O artista disse que o tratamento dado aos pretos é diferente em comparação aos brancos.

“Quando a gente é chamado para fazer um papel em uma novela é para interpretar um negro. 'Ah! você vai viver um médico', você vai viver um médico negro. Interpretar um engenheiro? Você vai interpretar um engenheiro negro com todos os estereótipos deles e isso não muda”, disparou.

Ele acredita que essa situação só vai parar de acontecer com frequência quando mais roteiristas negros tiverem oportunidades de serem autores na televisão. “Só vai mudar quando um negro escrever para nós, quando um roteirista escrever para os negros”, comentou.

Nando fez parte do elenco de As Aventuras de Poliana, mas foi demitido pelo SBT. O ator criticou o tratamento que seu personagem recebeu na trama, porque era estereotipado. “Um branco quando é chamado para fazer um personagem, ele vai fazer um ser humano e nós quando somos chamados é para fazer um negro. Essa é a verdade”, acrescentou.

“Nós nunca somos chamados para fazer um ser humano porque no imaginário da sociedade nós não somos. Eu posso ter títulos como mestrado, doutorado, pós-doutorado que eu vou ser sempre o homem negro e a mulher negra. Esses estereótipos precisam ser extirpados da sociedade”, detonou.

Nando Cunha em Poliana

Em Poliana, Nando Cunha interpretou o motorista Cido, que teve uma trágica morte, deixando o ator magoado com a decisão da autora Íris Abravanel. Na época, houve grande polêmica e o SBT declarou que a saída do artista estava prevista na sinopse.

Nando enxergou que não há diversidade na novela infanto-juvenil, sentia dificuldades de locomoção, já que gravava em São Paulo e tirava dinheiro do próprio bolso para sair do Rio, relatou assédio e racismo e garantiu que não trabalha nunca mais no SBT.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!