Reportar erro
Boy band latina

De pastor a popstar: Como estão os Menudos 35 anos depois

Conjunto que revelou Ricky Martin realizou show histórico no Brasil em 1985

 De pastor a popstar: Como estão os Menudos 35 anos depois
Os integrantes do Menudo em 1985 (Foto: Reprodução)

Paulo Pacheco

Publicado em 12/08/2020 às 05:00:00

Se você tem mais de 40 anos, certamente já ouviu ou dançou "Não se Reprima", maior hit do Menudo. O conjunto de Porto Rico, criado em 1977, abalou a TV e o mercado fonográfico nos anos 80 e fez história no Brasil, onde lançou cinco álbuns em português e lotou o estádio do Morumbi em apresentações históricas em 1985.

O primeiro show, em 16 de março, levou mais de 150 mil fãs histéricas ao Morumbi (embora há relatos de que, com penetras, o total se aproximou de 200 mil), maior público da história do estádio em shows (superando Queen, U2 e Madonna, por exemplo).

A boyband embalou até mesmo o dono do estádio, o São Paulo. Com elenco de novatos, apelidados de "Menudos do Morumbi", o time conquistou o Campeonato Paulista daquele ano.

Em agosto, o Menudo retornou ao Brasil para uma turnê mais completa. Além do Morumbi e do Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, os cinco integrantes do grupo visitaram cidades do interior paulista, como São José do Rio Preto e Presidente Prudente, e Maringá (PR).

Dezenas de adolescentes participaram do Menudo, mas o NaTelinha mostra como estão os integrantes da formação de 35 anos atrás. Confira:

Ricky Martin

Sem dúvida, é o maior talento revelado pelo Menudo. Ricky Martin entrou no grupo aos 12 anos, em 1984, com a missão de substituir o veterano. Em carreira solo, é considerado um dos principais cantores latinos do mundo. Atualmente com 48 anos, também tornou-se reconhecido pelo ativismo LGBT.

Roy Rosselló

O mais "brasileiro" da boyband, Roy Rosselló já engatou um romance polêmico com Mara Maravilha e participou da sétima edição do reality show A Fazenda, da Record. Evangélico, atua como missionário e pastor itinerante pela igreja Semeando Amor. Hoje com 50 anos, ele promete uma live com sucessos dos anos 80 e 90, incluindo Menudo.

Raymond Acevedo

Ray entrou no Menudo após o primeiro show do Morumbi, mas aproveitou a segunda temporada no Brasil, mais longa e com mais cidades. Atualmente com 47 anos, mora nos Estados Unidos, onde trabalha como cantor e ator de séries e filmes. A principal mudança está no visual, sem os cabelos que fizeram sucesso com as garotas 35 anos atrás.

Draco Rosa (Robby)

Robby praticamente "renasceu" após superar o câncer por duas vezes. Ficou irreconhecível e mudou até o nome artístico (hoje, aos 50 anos, se chama Draco Rosa). Após deixar o Menudo, investiu na carreira de cantor e compositor e trabalhou com Ricky Martin em dois de seus maiores sucessos, Maria e La Copa de la Vida. No ano passado, retornou ao Brasil para lançar o álbum Monte Sagrado. 

Charlie Massó

Carlie Massó, mais velho da "era de ouro" do Menudo, foi um dos integrantes mais desejados pelas garotas. A versão brasileira de No te Reprimas ficou imortalizada com sua voz. Atualmente com 51 anos, continua cantando (sem o mesmo sucesso do passado) e já realizou lives durante a pandemia de coronavírus.

TAGS:

Mais Notícias